Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 25 de setembro de 2016

Ao Domingo com... Carla Ramalho

Eu não temo estar sozinha. Gosto da minha companhia. Da voz que me
acompanha de cada vez que todas as outras se calam. Por isso adoro escrever. Não sei se isto faz de mim uma escritora, nem sequer uma boa contadora de histórias. Mas fará certamente toda a diferença nos meus dias. E isso é tudo aquilo que procuro.

Nos últimos tempos, por razões do lançamento (físico) do meu livro, Pelas Ruas de Uma Cidade Sem Nome, começaram a pedir-me autógrafos! Amigos que sempre acreditaram na minha escrita (ou que simplesmente sempre gostaram de mim); conhecidos que simpaticamente procuraram o meu livro; e desconhecidos que - heroicamente e sem pejo de preconceito - se aventuraram a gastar dinheiro na primeira obra desta ilustre desconhecida. O que me orgulha não é deixar a minha marca pessoal num livro. Ou a vã glória de me achar
especial. Não o sou. Aquilo que me preenche, por inteiro, ao ponto de me deliciar e de aproveitar cada momento desta viagem, é a ideia de haver mais alguém que aceita conhecer as minhas personagens, que vai entrar naquela cidade, caminhar pelas suas ruas. Nuas e frias. Despidas. Tal e qual como eu me apresento em cada linha que escrevo. Tal e qual como as personagens se erguem em cada página virada. E eu sou o elo de ligação entre esses dois mundos. Apenas o elo. O elemento facilitador. Aquele que ficará ao longe a torcer para que o encontro entre leitores e personagens resulte na simbiose perfeita. E só por isso vale a pena continuar a escrever. Da minha parte, como não podia deixar de ser, um único e sincero pensamento: espero que desfrutem tanto da leitura deste livro como eu desfrutei da sua escrita.

Carla Ramalho

4 comentários:

  1. Me senti a Carla agora....adoro escrever, me envolvo na escrita de uma maneira que desligo das coisas que acontecem ao meu redor...quem sabe chego lá....

    ResponderEliminar
  2. Obrigada, Cris. Foi muito bom participar nesta rubrica! Continuação do excelente trabalho realizado aqui neste estaminé. :) beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este estaminé, Carla, está sempre aberto à divulgação de autores portugueses! Bjinho

      Eliminar
  3. Gosto de te ler, Carla. Continua a escrever. :-)

    ResponderEliminar