Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 2 de julho de 2018

"Os Távoras" de Maria João Fialho Gouveia

De vez em quando gosto de mudar de registo e ler um romance histórico. Admiro quem, pegando em acontecimentos da História dos homens, traz de novo à vida aqueles que viveram no tempo dos reis com as suas regras tão pouco usuais nos nossos dias no que concerne aos casamentos, aos laços familiares que se misturam e se juntam em moldes considerados hoje quase incestuosos. Admiro quem consegue dar vida a esses personagens da História, inventando diálogos e situações, sem fugir aos acontecimentos verídicos que tiveram lugar.

A protagonista desta história, Teresa, pertencia a uma família nobre, prestigiada e rica. Está-se no tempo de D José I. Teresa era bonita, sedutora e tornou-se amante do rei. Não fosse ele casado, nem tampouco ela, e tudo teria corrido às mil maravilhas. Mas a riqueza e a beleza não eram sinónimos de poder permanente e as intrigas palacianas, sobretudo instigadas por Sebastião José de Carvalho e Melo (para quem não sabe, o Marquês de Pombal) fizeram ruir uma das famílias nobres mais poderosas, os Távoras. Os actos bárbaros que se cometeram e a morte pavorosa a que muitos foram sujeitos, lembra bem como a História teve momentos tágicos e de puro horror.

Este não é um livro de leitura rápida, tão pouco fácil, porque está carregado de particularidades históricas que a autora, para situar o leitor, não pôde descurar. Mas, embora lentamente, o enredo vai-se entranhando em quem lê. Confesso que pouco sabia deste periodo da História que nos envergonha bastante, ou pelo menos, as minhas lembranças já eram bastante longínquas pelo que gostei de relembrar de que forma se conseguiu (quase) dizimar uma família através da intriga e da injustiça. Muitos anos volveriam sem que a justiça tivesse lugar...

Um livro para quem gosta de História, para quem, lendo, gosta de viajar pelo tempo. Recomendo!

Terminado 25 de Junho de 2018

Estrelas: 4*+

Sinopse
Entre a Virtude e o Pecado
Esta é a história da nobre família Távora, aqui contada na voz de Dona Mariana Bernarda e Dona Teresa Tomásia, duas senhoras desta ilustre Casa, que viveram em fausto e glória até o futuro marquês de Pombal tentar apagar a sua semente da face da Terra.
Apesar de unidas pelo sangue e pela vaidade da sua estirpe, as duas fidalgas não podiam ser mais diferentes uma da outra. A primeira era uma mulher religiosa e recta; já a segunda - sua tia e cunhada - entregava-se sem pruridos a uma vida de luxúria, vivendo um romance pecaminoso com El-rei de Portugal.

A altivez e o poder dos grandes Távoras muito incomodavam a Sebastião José de Carvalho e Melo, Secretário de Estado. Tanto que, quando D. José I é vítima de um intrigante atentado, Sebastião José, futuro marquês de Pombal, tratou de os inculpar, prendendo-os em masmorras e conventos, sem poupar mulheres nem crianças. O Tribunal da Inconfidência, a que presidiu, torturou os réus e condenou-os a mortes cruéis. Por fim, baniu-lhes o nome, picou-lhes as armas de família, julgou tê-los calado para sempre. Mas tê-lo-á conseguido?

Cris

Sem comentários:

Enviar um comentário