Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 5 de agosto de 2018

Ao Domingo com... Gabriela Oliveira

Publiquei recentemente “Cozinha Vegetariana à Portuguesa”, o quinto título da coleção Cozinha Vegetariana. Quando idealizei estes projetos de livros, tinha como objectivo tornar a alimentação 100% vegetariana acessível e atrativa, chegando a todos os que quisessem mudar ou simplesmente diversificar e melhorar os seus hábitos alimentares. Sendo jornalista de formação e profissão, a culinária vegetariana foi encarada como um desafio criativo. Para mim, não era suficiente a explicação teórica, não bastava detalhar as vantagens de uma alimentação de base vegetal, era preciso mostrar na prática quão fácil e saborosa poderia ser! A pesquisa constante, a experimentação culinária e a produção fotográfica passaram a fazer parte do meu quotidiano e surgiram os livros “para quem quer poupar”, “para quem quer ser saudável”, “para bebés e crianças” e “à portuguesa”, sempre com o mote da “Cozinha 100% Vegetariana”.

A gastronomia portuguesa é riquíssima e, com este livro mais recente, tive a oportunidade de recuperar alguns pratos tradicionais originalmente vegetarianos (como sopas e açordas), bem como converter outros em versões 100% vegetarianas, portanto, sem recorrer à carne, peixe, ovos, leite ou queijo. Nos livros anteriores evitava fazer uma “colagem” aos nomes dos pratos tradicionais mas percebi que as pessoas gostam efetivamente dessa ideia, e tentam reproduzir pratos da culinária portuguesa, por revivalismo ou saudade. Procurei pratos tradicionais, por regiões do país, tendo em conta o tipo de confecção, os ingredientes usados e o seu equilíbrio nutricional. O livro tem receitas como francesinha, pão com chouriço, caldeirada, rancho, migas, feijoada, alheira, pastéis de feijão, queijadinhas, bolos de arroz, borlas de Berlim, entre outras iguarias do receituário tradicional adaptadas à culinária vegan.

Tornei-me vegetariana há mais de vinte anos e encaro o vegetarianismo como algo natural e benéfico, por proteger a vida (a nossa e a dos animais), promover a saúde e o equilíbrio do planeta.
Desejo boas leituras e bons cozinhados!

Gabriela Oliveira


Sem comentários:

Enviar um comentário