Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A magia dos números de Yoko Ogawa


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 216
Editor: Livros Quetzal
ISBN: 9789725649558
Coleção: Serpente Emplumada

Belíssimo e precioso este livro! Nada fazia prever que estivesse aqui uma surpresa tão grande. E gosto tanto quando um livro me surpreende... Quando há já muitas opiniões positivas, as expectativas tornam-e muito elevadas mas com este livrinho tal não aconteceu e, por isso, a prenda foi ainda melhor!


Li-o quase numa tarde, duzentas páginas devoradas com sofreguidão, tal a beleza que se esconde numa amizade entre três gerações diferentes. A história passa-se no Japão mas poderia acontecer em qualquer lugar do mundo, mesmo ao nosso lado. O narrador é uma mãe solteira, empregada doméstica de um idoso, que devido a um acidente, possui apenas uma memória de 80 minutos... Todos os dias ela tem de o lembrar que trabalha naquela casa.


Os laços de amor que se vão apertando entre os três personagens são-nos narrados de uma forma sublime que, ora nos fazem sorrir, ora nos trazem um nó à garganta. Mostra-nos até que ponto o entusiasmo das crianças é precioso; até que ponto podemos aprender com as gerações mais velhas, mesmo doentes; como três gerações se podem interligar através dos laços indestrutíveis  do amor e da amizade.


Um dos melhores livros que li este ano e que não pode mais passar despercebido!
Recomendadíssimo!

Terminado em 2 de Outubro de 2011

Estrelas: 5*+

Sinopse

Uma empregada de limpeza começa a trabalhar em casa de um velho matemático, um homem com mais de sessenta anos, cuja carreira foi brutalmente interrompida por um acidente de automóvel, que reduziu a autonomia da sua memória a oitenta minutos. 
A cada manhã, a jovem mulher deve apresentar-se como se se vissem pela primeira vez - o professor esquece-se que ela existe de um dia para o outro -, mas é com grande paciência, gentileza e muita atenção que ela consegue ganhar a sua confiança, apresentando-lhe também o filho de dez anos. Aí se inicia uma relação maravilhosa: o rapazinho e a sua mãe vão não só partilhar com o velho amnésico a sua paixão pelo beisebol, como vão também aprender com ele a magia dos números. Neste subtil romance sobre a herança e a filiação - e em que três gerações se encontram sob o signo de uma memória extraviada e fugidia - a narrativa desdobra-se com a graça e o rigor de um origami. Lapidar e profundo como um haiku, A Magia dos Números é uma pequena obra-prima..

2 comentários:

  1. Estou bastante interessado nesse livro, já o tive nas mãos quase para o comprar.

    ResponderEliminar