Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

A convidada escolhe: O rapaz de olhos azuis

Para meu contentamento, a Carina aceitou participar nesta rubrica n'O tempo entre os meus livros.  A ideia surgiu-me quando verifiquei que os comentários das "minhas convidadas" ficavam, frequentemente, limitados a um espaço ou outro na internet e, sendo eles tão bons, achei por bem fazer uma maior divulgação das suas opiniões. E como podem comprovar pelo texto que se segue, tinha toda a razão...


"Se pensa que este livro é só mais um romance, com um toque de mistério não podia estar mais enganado. Quem já leu os outros livros desta autora, tais como Chocolate, 5 Quartos de Laranja entre outros, tem já plena consciência de que os livros da Joanne Harris são completamente diferentes de todos os outros, e este não é uma excepção.


A história é-nos narrada através de entradas num webjournal (não estivéssemos nós na Era das Redes Sociais) feitas por Blueeyedboy e Albertine, personagens que se cruzam no grupo “badboysrocks” e que demonstram desde o inicio ter um passado em comum. Passado este, que Albertine pretende esquecer, enquanto Blueeyedboy quer reavivar, de modo a obter o que pretende. Nesta espécie de diário somos confrontados com os factos (ou será ficção?) que marcou e mudou para sempre a vida destas duas personagens. Quem é quem? O que é verdade e o que é liberdade artística? Quem é a vítima e quem é o assassino e conspirador? Nada é o que parece, e não só para quem se esconde atrás de um teclado. 


Num enredo que nos prende do inicio ao fim, Joanne Harris mostra-nos uma dinâmica pouco comum no seio de uma família, que por sua vez desencadeia toda esta série de acontecimentos. Como não podia deixar de ser, a autora enriquece esta complexa história com uma descrição quase mágica das cores, onde o Azul é a cor predominante e também a cor do crime! Este é uma leitura que recomendo vivamente, mas que deve ser feita com alguma paciência, uma vez que não é de tão fácil leitura quando os seus livros anteriores. Mas vale mesmo a pena, pois ficará a ver o Mundo com outras cores!

Tenho todos os livros desta autora e foi com este que finalmente tive a possibilidade de me encontrar frente a frente com ela. Tenho em casa o meu grande tesouro: este livro assinado pela Joanne Harris!!:)

Carina Bota

4 comentários:

  1. Parabéns à Carina que escreve muito bem!
    Beijinhos para anfitriã e convidada :)

    ResponderEliminar
  2. Parabéns à Carina Bota pela opinião. Eu sou fã da Joanne Harris, já li todos os seus livros também.

    ResponderEliminar
  3. Olá. Sou fã da Joanne Harris e embora tenha já lido "Chocolate", "A Praia Roubada, Na Corda Bamba e Vinho Magico, ainda por ca tenho livros da autora por ler, entre eles um em ingles Blueeyedboy a que se refere esta critica que agradeco.
    Almerinda

    ResponderEliminar