Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Um mundo sem fim de Ken Follett


Edição/reimpressão: 2008
Páginas: 584
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722340038
Colecção: Grandes Narrativas

Mais um livro de Ken Follett! Quem já leu "Os pilares da Terra" perceberá melhor a minha opinião, que se traduz numa palavra: espectacular!

Voltei de novo para Kingsbridge (Inglaterra), na Idade Média. Ainda só li o 1º volume porque pedi o 2º às BLX e estou em lista de espera... mas as 584 páginas valem o tempo que dediquei a esta leitura apaixonante.

Este autor tem o poder de nos prender à leitura logo nas primeiras páginas, de nos transportar, tal máquina do tempo, para uma época medieval, para uma pequena povoação inglesa. Época onde a justiça está ligada ao poder da nobreza e do clero.

Jogos de poder, amores e ódios, medicina ligada a superstições, tradições e costumes que nos são alheios. mortes sem punição nem julgamento, julgamentos onde o enforcamento e o amputação de membros são o castigo mais comum - eu sei lá! - tudo se encontra neste livro.  

Magistralmente escrito, este livro envolve-nos de tal forma que dificilmente conseguimos "voltar" para os nossos dias. As personagens estão bem construídas, interiorizamo-las de tal forma que é a nós que nos acontecem as situações: amamos, sofremos, ansiamos por justiça tal como elas o fazem.

Fiquei mais uma vez rendida a este autor. Mal posso esperar para ler o 2º volume! Pena é que a capa seja, no meu entender, muito fraquinha e nada tenha a ver com a história em si...
Recomendo vivamente.


Terminado em 23 de Novembro de 2010

Estrelas: 5*+

Sinopse:

À semelhança de Os Pilares da Terra Ken Follett volta ao registo do romance histórico, numa obra dividida em duas partes graças às quase mil páginas que a compõem. A Presença publica agora o primeiro volume de Um Mundo Sem Fim, que se prevê repetir o sucesso de Os Pilares da Terra. O autor sentiu-se bastante motivado a escrever este novo livro já que desde Os Pilares da Terra, publicado em 1989, os leitores de todo o mundo clamavam insistentemente por uma sequela. Finalmente Follett inspirado e com coragem e determinação, sem esquecer uma enorme dedicação, lançou-se na escrita de Um Mundo Sem Fim, a continuação de Os Pilares da Terra, onde recorre a elementos comuns do primeiro livro e dá vida a descendentes de algumas personagens. Recuperando a mesma cidade Kingsbridge, o cenário é ambientado dois séculos mais tarde onde nos transporta até 1327. Aí iremos ao encontro de quatro crianças que presenciam a morte de dois homens por um cavaleiro. Três delas fogem com medo, ao passo que uma se mantém no local e ajuda o cavaleiro ferido a recompor-se e a esconder uma carta que contém informação secreta que não pode ser revelada enquanto ele for vivo. Estas crianças quando chegam à idade adulta viverão sempre na sombra daquelas mortes inexplicáveis que presenciaram naquele dia fatídico. Uma obra de fôlego com a marca assinalável e absolutamente incontornável de Ken Follett.

7 comentários:

  1. Um dos melhores livros que já li! Recomendo vivamente a todos que gostem de boa literatura.

    A genialidade do mundo criado por Ken Follett é incontornável...

    ResponderEliminar
  2. Olá,
    Li os Pilares da terra, adorei.
    Tenho este na prateleira entre muuuiiiitos outros mais.
    Tenho pressa de o ler mas também tenho pressa em ler outros... o eterno problema quando se tem muito para ler e pouco tempo para o fazer.
    Boas dicas, aqui no teu espaço.
    Boas leituras!

    ResponderEliminar
  3. Depois de "Os Pilares da Terra" - simplesmente fenomenal... quero sem duvida voltar! Voltar a Ken Follett e voltar a Kingbridge :) Ainda bem que estás a gostar! Espero que seja uma leitura tão agradável quanto os Pilares!

    Se há livros em que me arrisco dizer que tenho a certeza que não desperdiçarei o meu tempo, este é um deles! Ficará para breve, espero...

    ResponderEliminar
  4. ADOREI OS PILARES DA TERRA (jÁ VISTE A SÉRIE?)
    MAS AINDA NÃO LI ESTE MUNDO SEM FIM, TENHO OUVIDO EXELENTES CRITICAS SOBRE ELE, A TUA É MAIS UMA PARA SE LHES JUNTAR.
    TENHO A DIZER "UMA VEZ MAIS" QUE ACHO ESTA EDIÇÃO EXTREMAMENTE CARA! MAS ENFIM, É O PREÇO A PAGAR PARA QUEM GOSTA DE LIVROS.
    BEIJINHOS CRIS!
    AH! JÁ CONHECES O "LETRAS MIÚDAS?" PASSA PELO PÁGINA. BEIJINHOS.
    NUNO

    ResponderEliminar
  5. Miri este livro vale mesmo a pena ler...
    Clapotis e Estrela, se já leram os Pilares, então não podem perder o Mundo sem fim...achei fabuloso e estou à espera do 2º vol., ainda!
    Nuno, as Bibliotecas têm imensos livros e socorro-me delas mtas vezes pq não consigo ter orçamento suficiente, nem espaço, para os livros q quero ler... pq são imensos! já fui ao vosso Letras miúdas e hei-de dar algumas opiniões...vou perguntar aos meus filhotes (3)!

    ResponderEliminar
  6. Olá :)
    Estive a ver o teu blogue e adorei as tuas criticas literárias, e queria convidar-te a envia-las para literatura@dmagia.net, porque todas as semanas se oferece livros às melhores criticas.
    Visita o blogue: www.dmagia.blogspot.com.
    Espero que gostes.

    ResponderEliminar
  7. Acabei de caçar a tua opinião que está fabulosa. Descreveste muito bem sobre a máquina do tempo, foi esta a sensação que tive ao ler este livro. Mas, infelizmente, a História não é o meu ponto forte. Já estou a devorar o segundo... ;o)
    Tb concordo relativamente à capa que nada tem a ver com o enredo! Mas, se a capa mostrasse por exemplo a ponte, acho que já não o comprava. LOL
    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar