Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 2 de maio de 2018

"O Segredo da Minha Māe" de J.L. Witterick

Ao escrever estas linhas temo esquecer algum sentimento que usufruí ao ler este livro. Isto porque gosto de acabar uma leitura e escrever de imediato. Às vezes, durante a leitura, vou escrevendo frases, palavras soltas que me fazem, mais tarde, recordar os momentos agradáveis vividos durante o decorrer das páginas que passam pelas minhas māos. Nāo aconteceu isto com esta leitura e já explico porquê.

Foi uma leitura fascinante, muito bem vinda mas feita a uma velocidade estonteante. Baseado na história verídica de uma mulher polaca, nāo judia, que juntamente com a filha escondeu na sua casa duas famílias judias e um soldado alemāo que desertou do exército por nāo estar de acordo com a barbárie cometida. Franciszka Halamajowa e a filha foram reconhecidas como "justos entre as naçōes", uma denominaçāo que é atribuída, por exemplo a quem ajudou/ escondeu pessoas judias durante a Segunda Guerra Mundial, salvando-as de morte certa.

A escrita é jornalística, capítulos curtos, quase como se estivesse a ser descrito algo dito "normal" mas o que é certo é que nos toca e comove. Como pôde uma escrita assim narrada de uma forma crua, rápida e quase fria, conseguir emocionar-me? Um livro surpreendente pela história incrível, uma demonstraçāo do quanto o coraçāo humano pode surpreender-nos numa época onde parece nāo existir bondade, embora o medo fosse, naturalmente, uma constante.

Nota máxima!

Terminado em 27 de Abril de 2018

Estrelas: 6*

Sinopse
«Baseado na história verídica de Franciszka Halamajowa, que salvou 15 dos 30 judeus sobreviventes na cidade polaca de Sokal durante a Segunda Guerra Mundial. As personagens são envolventes, e as suas histórias fortes e comoventes.» - Historical Novel Society

Contada de quatro perspetivas diferentes, esta é a história comovente de duas mulheres que serão recordadas pela sua tremenda coragem e humanidade.
      Em 1939, as tropas de Hitler invadem a Polónia e põem em marcha uma perseguição desumana ao povo judeu. Todos sabem que proteger judeus num país ocupado pelos nazis é uma sentença de morte. Mas Franciszka e a filha, Helena, movidas por um  profundo sentimento de justiça e respeito pela vida humana, decidem arriscar tudo para abrigar duas famílias judaicas e um soldado alemão desertor na sua modesta casa em Sokal. Uma das famílias fica escondida numa cave improvisada por baixo da cozinha. A outra, num palheiro por cima da pocilga. O soldado fica num sótão exíguo.
      Para que todos possam sobreviver, Franciszka e a filha terão de ser mais astutas do que os vizinhos e do que os temíveis comandantes alemães, que montam guarda em frente à casa. As duas mulheres estão dispostas a tudo para salvá-los, o que implica não só escondê-los e alimentá-los, mas também conseguir manter acesa dentro deles a chama da esperança.

Cris

Sem comentários:

Enviar um comentário