Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sábado, 10 de novembro de 2012

Um livro numa frase



"Tive um arrepio instantâneo. Seriam dias muito intensos. Dei-lhe a mão e senti ser ali o meu lugar. A hora certa. Quantas vezes na vida sentimos isso? Sentir que é a primeira vez que amamos embora já tenhamos amado tantas vezes. O Céu estava no Chão... Éramos o degelar de dois rios, sem direcção...(...) Assim como se na vida fosse só apanhar uma estrela e apanhar o rumo perfeito..."

In Raquel Ochoa, "O vento dos outros", pág. 187

2 comentários: