Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quinta-feira, 5 de julho de 2012

A convidada escolhe...Um longo regresso a casa


A minha opinião aqui e a da Fernanda, aqui. (Cris)

"A frase da primeira página, de George Eliot, diz quase tudo…: “Na torrente da vida, os momentos dourados passam por nós e nós não vemos mais do que areia; os anjos vêm visitar-nos e só os reconhecemos depois de eles terem partido.”

Comentar este livro parece-me uma tarefa impossível! Mexeu muito comigo… Também tenho alguns, mais do que gostaria neste momento, anjos no Céu! Talvez por isso este livro me tenha tocado tanto, mas ao mesmo tempo ajudou-me neste regresso a casa porque passamos ao perder quem amamos….

É muito interessante a narrativa da amizade de Gail e Caroline, que se encontraram e a partir daí constroem uma amizade daquelas que todos queremos ter, a propósito dos seus fiéis amigos caninos. Uma amizade cimentada em conversas, na partilha dos gostos e hobbies de cada uma e, o mais difícil, na gestão dos silêncios... Como são estes, tantas vezes, a iluminar-nos e a encher o nosso coração de felicidade! Alguém um dia me disse que se paga caro um grande amor… E todos já vivemos perdas destas!

Não quero transmitir uma visão tristonha e obscura deste livro, pequeno no formato e no número de páginas, mas riquíssimo de sentimentos e compreensão. Antes pelo contrário aconselho vivamente a que muitos o leiam. Saímos mais ricos no fim! Aprendemos muito com ele: a motivar e incentivar, quando necessário, a falar e a saber escutar, a tirar partido de cada momento, de cada estação do ano …, e como acompanhar os que estão quase a ser anjos…

Termino com as palavras da escritora: “… sabia que a melhor coisa a fazer, e a mais difícil, era ficar calada e escutar.”

Um livro a ler e, no meu caso, a reler sem dúvida."

Ana Bento

Sem comentários:

Enviar um comentário