Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 31 de julho de 2011

Livros na mala!





Para a Suiça levo:

 - "Força de vontade" de J. Patterson e H. Friedman
 - "24 anos depois" de Anabela Spranger



Para a Areia Branca levo:

 - "Corações sem dono" de Lucy Dillon
 - "No topo das árvores" de Kiara Brinkman
 - "A última profecia" de António Trabulo
 - "A lacuna" de Barbara Kingsolver
 - "Pele" de Mo Hayder
 - "Até sempre, Sr Doutor" de Helder Trindade

Pena é que só tenha 3 semanas!

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Resultado do sorteio: "A possessão"


Recebi 56 emails de seguidores interessados em participar no sorteio do livro "A possessão". Através do Random.Org foi seleccionado o nº 52, que correspondeu, por ordem de chegada dos emails, a:

 - Catarina Marques de Ribeira do Marete

Parabéns!
Espero que a leitura seja do teu agrado. O livro segue ainda hoje via CTT.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Na minha caixa do correio!


Esta vai ser uma das minhas próximas leituras. 


Força de Vontade

A luta verídica de uma família contra um mistério clínico agonizante. Uma história de triunfo contra todas as expectativas.

Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 246
Editor: Quinta Essência
ISBN: 9789898228277

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Resultado do passatempo: "A menina do Tennessee"

O tempo entre os meus livros, em parceria com a Chiado Editora, tem o prazer de anunciar o vencedor deste passatempo.

Das 124 participações foi escolhido aleatoriamente, através do Random.Org, o nº 27, correspondente a:



Miguel M. Saraiva de Coimbra (Mike)


Muitos Parabéns!


 Ainda esta semana vou mandar o teu livrinho. Caso queiras postar a tua opinião, depois de o leres, podes contar com este blog para a publicar. Os meus agradecimentos a todos os participantes e, em especial, à Chiado Editora.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Novidade Quinta Essência.


Sinopse

Abigail Weston, uma solteirona resoluta de vinte e cinco anos, está decidida a ver a irmã mais nova casada com um homem de bem. Contudo, a sua falta de experiência com o sexo oposto impede-a de apaziguar os medos da irmã em relação à noite de núpcias – a não ser que se atreva a dar um passo arriscado de forma a aprender o que a intimidade entre um homem e uma mulher implica. No entanto, o único homem em Londres qualificado para a ensinar fá-la desejar algo que ela nunca esperou: experimentar todos os prazeres por si própria...
James Stevens – rico, imoral e tremendamente aborrecido com a sociedade londrina – acredita que nada é capaz de chocá-lo. Embora o pedido de Abigail, a explicação verbal dos prazeres da carne, seja um pouco surpreendente, o que o espanta realmente é a sua reacção poderosa em relação à inocência e beleza dela. Um romance entre ambos pode trazer grandes êxtases carnais, mas qualquer coisa mais arruinaria para sempre Abigail. Pela primeira vez na vida, James suspeita que a mera intimidade física nada é quanto comparada ao amor verdadeiro...


Sobre a autora



Cheryl Holt é advogada, romancista e uma mãe de família que vive em Los Angeles.
Formada em Direito pela Faculdade de Wyoming, trabalhou num escritório de advogados e no gabinete do promotor distrital em Denver antes de se dedicar exclusivamente à escrita.
A autora, considerada a rainha do romance sensual, foi distinguida com vários prémios, designadamente o de Melhor Romancista do Ano, atribuído pela revista Romantic Times Book ReviewsNoites de Paixão, também publicado pela Quinta Essência, foi eleito Top Pick pela publicação Romantic Times e esteve na lista dos livros mais vendidos do jornal USA Today.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Tornar à vida!


"Após a noite, vem o dia.
Após a morte, vem a vida.
Mesmo nos momentos mais sombrios, olha em volta, pois nunca estás realmente só.
És amada."

Anna McPartlin, "Estarás sempre comigo"

Soltas... Estarás sempre comigo.


"...disse que a dor é egoísta pela sua própria natureza. Nos funerais, choramos por nós próprios, pela nossa dor, a nossa perda, pelo nosso sofrimento e este não desaparece após uma semana, um mês, ou até mesmo um ano."

"A pequena criatura estava sozinha no mundo. A mãe morrerra um mês antes e o meu irmão encontrara-o moribundo, numa cama suja, a chamar pela mãe.O menino agarrou-se a ele, desesperado, não queria ser abandonado mais uma vez. Tinha quatro anos e sabia que estava a morrer.(...) Aquele pequenino homem nunca iria ter a vida que nós tomamos como certa. Apenas iria conhecer a perda e a dor. Porquê?"

"É curioso ver como o mundo funciona, como se perde e ganha na vida, como nunca conseguimos saber realmente como será o futuro, por mais que planeemos as coisas. Como sobrevivemos e continuamos em frente."

domingo, 24 de julho de 2011

Sorteio!

Os livros foram feitos para serem lidos e, como tal, vou sortear um livro (aos seguidores deste blog) que me foi gentilmente cedido pela Leya, mas que não faz o meu género.
Que vá para uma casa onde se torne um personagem principal e que seja lido e remexido como merece, é o que eu lhe desejo!


Quem gostar deste tipo de leitura é só mandar um mail para:


Otempoentreosmeuslivros@gmail.com


indicando nome, morada e nick do seguidor do blog


e eu terei todo o gosto em sorteá-lo entre todos os que se mostrarem interessados. Farei o sorteio dia 28, quinta, e sexta segue para a sua nova morada!

"Estarás sempre comigo" de Anna McPartlin


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 360
Editor: Quinta Essência
ISBN: 9789898228512

Há livros que se nos abrem logo desde as primeiras páginas. E ficamos presos, absorvidos de tal forma  que não damos pelo tempo nem pelo passar das páginas. Foi o que me aconteceu com este romance!

Dei 5 estrelas  porque é o máximo que dou (só dou 6* quando há por detrás da história um cariz histórico), mas, a bem da verdade, este livro mereceria muito mais: pela forma como dei por mim a sorrir, pela forma como me fez reflectir e me vieram as lágrimas aos olhos. Também pelo sentimento de júbilo quando me apercebi que perante um desfecho (que intuitivamente esperamos que aconteça) que poderia significar o final do livro, verifiquei que ainda me faltavam muitas páginas para o fim. "Que bom!", pensei.

Fala-nos da perda de alguém que se ama, que se amou toda a vida; de como, aos poucos, se começa a reagir; do pânico que se sente quando se descobre que já não se "vê" e se "ouve" essa pessoa; de como se começa a viver de novo... Mas, fala-nos, de igual modo das amizades que se fazem e se mantêm desde a adolescência; de conflitos entre os casais; de conflitos interiores entre o que somos e o queremos ser, entre o que acreditamos ser melhor para nós e do que realmente é o melhor; de como a vida nos prega partidas e de como devemos superá-las...

Contado a uma voz, este livro possui várias personagens que, pela sua individualidade e força, nos prendem tanto quanto a personagem principal. Poderiam ser reais! - este é um elogio que, parece-me, qualquer autor gostaria de receber. A escrita de Anna McPartlin é intensa, crua e cheia de humor, falando-nos de situações que nos comovem e de outras que nos fazem sorrir. É com lágrimas e sorrisos misturados que me despedi deste livro, que considero um dos melhores que li este ano!

Terminado em 24 de Julho de 2011

Estrelas: 5*+

Sinopse


Emma tem vinte e seis anos - bonita, inteligente, feliz e vive com o namorado de infância, John, num agradável apartamento em Dublin. O seu maior problema é a mãe não parar de insistir para que se casem já. Emma e John sentem-se o casal perfeito, com um futuro cheio de possibilidades. Mas, de repente, John morre num terrível acidente, e Emma mergulha no desespero. Amava-o mais do que à própria vida - e agora a morte tirou-lho. 
À medida que emerge da dor, Emma tem de encontrar uma nova forma de viver, e os amigos leais unem-se para tentar ajudar. Clodagh, amiga de sempre de Emma, com quem ela partilhou tudo, desde bolos de lama a namoros desastrosos. Anne e Richard, mais ou menos bem casados e a debaterem uma mudança para o campo. O irmão de Emma, Noel, o jovem padre católico que vê a sua própria fé testada enquanto tenta confortar Emma. Seán, o belo mau rapaz das mil e uma namoradas, desconfortavelmente ciente da sua crescente ligação a Emma. 
De forma espirituosa, mordaz e, às vezes simplesmente chocante, Emma documenta as histórias dos amigos e a sua própria recuperação da dor com uma franqueza que envolve o leitor desde a primeira página.

sábado, 23 de julho de 2011

Quem postou... Corações Sagrados.




http://www.segredodoslivros.com

http://asleiturasdocorvo.blogspot.com

http://www.clubedoslivros.org

http://as-leituras-da-fernanda.blogspot.com

http://historiasdeelphaba.blogspot.com

Soltas... Corações sagrados

"Assim, tinha sorte por, depois da morte do pai, o nome e os bens dele serem suficientes para lhe comprar uma cela no Convento de Santa Caterina, onde tantas mulheres nobres de Ferrara encontravam espaço para se dedicar a uma vida sob a protecção de Deus."

"Aos seus pés tem uma flauta, que tocará mais tarde. A presença do instrumento na sala já causou um debate animado no capítulo, uma vez que há pessoas que consideram quase indecente uma mulher ser vista em público a tocar qualquer instrumento com a boca."

"Muitas de nós somos encerradas contra a nossa vontade e privadas de qualquer contacto com o mundo exterior. Ao vivermos assim, com tal rigidez e abandonadas por todos, temos apenas o Inferno, neste mundo e no próximo."

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Prisão forçada.


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 448
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892313160

Cinco estrelas este livro! Com personagens fictícias mas baseado em factos reais, este livro é um hino à criatividade, à imaginação, denotando, ao mesmo tempo, uma pesquisa profunda da época.

Viajamos para o norte de Itália, mais propriamente para Ferrara, numa época em que as mulheres pouco tinham a dizer do seu destino... 1570. Ou eram casadas com quem não queriam ou, caso não houvesse dinheiro para pagar o dote, eram abandonadas num convento onde ( espantem-se!) o dote era substancialmente mais pequeno.

E é neste contexto renascentista, onde se vivia pelo resto de Itália reformas ainda mais opressivas para estas mulheres, que vivenciamos as dores e as vidas de algumas mulheres afastadas do mundo por imposição das suas famílias, mais propriamente da noviça Serafina, no convento de Santa Caterina. 

O nossos sentidos ficam despertos com o que se passa nesse convento e nessa época: horrorizamo-nos com o jejum e auto-mortificação, levado ao estremo, por algumas freiras; condoemo-nos com as mudanças nas vidas das noviças; encantamo-nos com a medicina praticada por uma das freiras, baseada em plantas e ervas misturadas com aguardente, vinho ou vinagre; enamoramo-nos do próprio romance que paira no ar entre Serafina e o seu jovem amado... Tudo nos transporta para "dentro" deste belíssimo livro!

Aconselho vivamente a lerem, antes de começar, a "Nota da autora", no final do livro se quiserem apreciar as meandros da sua escrita e, assim, conseguirem perceber, no decorrer da leitura, quais os aspectos reais e quais os imaginados.

Este é daqueles livros que queremos cativo na nossa estante. Muito bom!


Terminado em20 de Julho de 2011

Estrelas: 5*+

Sinopse


Em plena Renascença, o convento de Santa Caterina está repleto de mulheres da nobreza cujos comportamentos foram reprovados pelas suasfamílias. Muitas estão já resignadas com esse destino. Mas a recém-chegada Serafina não se conforma. Vive obcecada coma fuga e o homem que ama. A sua revolta quebra a harmonia do convento dirigido por Madonna Chiara, uma abadessa tão à vontade na política como na oração. Ela entrega Serafina aos cuidados da Suora Zuana, a jovem freira que dirigeo dispensário e trata todas as maleitas, da pestilência à melancolia e à auto mutilação. Perante a improvável amizade que vai unir estas duas mulheres, há quem se mantenha vigilante, como é o caso da severa Suora Umiliana e da misteriosa Magdalena, com um passado de êxtases evisões... Mas o espírito rebelde de Serafina vai abalar irreversivelmente a vida do convento e as mais profundas convicções das suas ocupantes. 
Com um fascinante elenco de personagens femininas, Corações Sagrados é um romance sobre poder, criatividade, paixão -secular e espiritual - e o indomável espírito das mulheres numa época em que as forças religiosas, políticas e sociais se uniam contra elas.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Novidades Estampa














Um Certo Gosto a Tamarindo - Estórias de Angola 
Fernando Amaro Monteiro 
LITERATURA
9789723326574
160 pag
€ 10.00


Um Certo Gosto a Tamarindo é uma obra intemporal! Compilando vários contos de temática ultramarina, o autor remete-nos, através de um «africanismo literário», para a fascinante realidade de paisagem africana. Conta-nos estórias de além-mar, faz-nos sentir o cheiro das chuvas tropicais e deixa-nos na boca « um certo gosto a tamarindo»....



Resultado do passatempo: "O segredo da Flor do Mar"

Aqui está o resultado do passatempo "O segredo da Flor do Mar". Das 176 participações foi escolhido o nº 25 correspondente a:

-Teresa Carvalho (Macy)

Muitos parabéns!
O livro segue via CTT ainda esta semana. Espero que gostes tanto quanto eu... Fico à espera da tua opinião!

Muito obrigado a todos os participantes e, em especial, à Esfera do Caos e a Eduardo Pires Coelho pela parceria.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Novidades Chiado Editora!


Algumas novidades que quero ler...




Título: Viver é Mágico                                
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Autobiografia
Páginas: 248
PVP: 15€







Título: A Substância do Tempo

Autor: 


Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção
Páginas: 120
PVP: 12€

                                                








Título: Bianca
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Romance
Páginas: 525
PVP: 16€

terça-feira, 19 de julho de 2011

Passatempo: "A menina do Tennessee"

O tempo entre os meus livros e a Chiado Editora têm um exemplar de "A menina do Tennessee" para oferecer aos seguidores deste blog.

Este passatempo é válido até dia 25, inclusivé.

Basta responderem acertadamente às perguntas que se seguem. Não se esqueçam que só é permitido a participação dos seguidores com morada em Portugal e só um por residência/email.

O sorteio será feito de forma aleatória através do Random.Org. Boa sorte!

domingo, 17 de julho de 2011

Última a morrer.

                                           (Imagem retirada na net)

"Às vezes era preciso tomar uma decisão. Realidade ou esperança. Pelo menos naquele momento escolhera a esperança."

in "A praia da memória" de Nancy Thayer

sábado, 16 de julho de 2011

Amizades para a vida!


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 280
Editor: Noites Brancas
ISBN: 9789899711624

Este livro lê-se muito rapidamente e com uma vontade crescente. Doce e fresco, aborda, sobretudo, o tema da amizade. Amizade que cresce, que tem os seus altos e baixos, mas que se fortalece com eles, com o passar dos anos. Como deve ser uma amizade!

Duas amigas crescem juntas e descobrem o amor, ou o que julgam ser o amor, e aprendem, com o passar dos anos, que construir algo não é fácil e que tem de ser feito diariamente. Aprendem que têm de perdoar e perdoar-se pelos erros do passado e aprender a seguir em frente.

Estas duas personagens captam a nossa simpatia e queremos, quase desesperadamente, que se entendam e que consigam encontrar o seu rumo e a sua felicidade. Leitura muito fluída, sabendo manter constante os pontos de interesse e, por essa razão, não há espaços mortos na acção, o que leva a uma leitura consecutiva, quase compulsiva. Antevemos um final feliz mas não sabemos precisar qual será...


Terminado em 15 de Julho de 2011

Estrelas: 4*

Sinopse

Lexi e Clare são as melhores amigas. Cresceram juntas na pequena ilha de Nantucket, onde partilharam as habituais brincadeiras de criança, as primeiras paixões da adolescência e os seus segredos e desejos mais íntimos. Muito do tempo de ambas era passado no seu esconderijo secreto: a praia das Conchas-Lua, um lugar mágico, onde o futuro parecia cheio de promessas. Tal como o refluxo das marés, a amizade das duas oscila entre os desejos de uma e as ambições de outra. Até que, aos dezanove anos, Lexi deixa a ilha, optando por uma vida de luxo, longe de tudo e de todos, e Clare permanece no lugar onde sempre viveu. Dez anos depois, Lexi farta-se de uma existência vazia e regressa à ilha, determinada em reconciliar-se com os pais, Clare e, acima de tudo consigo própria. Dez anos de ausência têm o seu peso e a reunião das amigas não é fácil, apesar de tudo o que viveram juntas. Lexi interroga-se então se a felicidade e a união que outrora haviam partilhado na praia das Conchas-Lua serão tão fugazes como o tempo e a maré…


sexta-feira, 15 de julho de 2011

O segredo da Flor do Mar - Entrevista

   Vejam AQUI mais sobre o livro do passatempo que este blog está a realizar:


O segredo da Flor do Mar


quinta-feira, 14 de julho de 2011

Resultado do passatempo: "Dei o meu coração a África"

Eis o resultado do passatempo que O tempo entre os meus livros, em parceria com a Editorial Presença, realizou: das 154 participações foi seleccionado, através do Random.Org o nº 149     que corresponde a

 - Vanessa Montês - (v_crazy_girl) de Almeirim


Muitos Parabéns! Espero que gostes tanto ou mais do que eu. Aqui, a minha opinião. Terei muito gosto em postar a tua, caso estejas interessada. Boa leitura! O livro ser-te-á enviado directamente pela editora.

A todos os participantes  e à Editorial Presença, o meu obrigado. Estejam atentos: há um passatempos a decorrer!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Nunca te esqueci de Michael Baron


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 300
Editor: Quinta Essência
ISBN: 978989822859

Ao começar a leitura deste livro e talvez devido ao título, pensei que ela me levaria a um romance um pouco piegas... Estava enganada e foi com uma agradável e crescente surpresa que me deixei enredar nas suas teias.

É pela voz de Hugh que ficamos a conhecer como a morte do seu irmão afectou quem com ele convivia. A perda nunca é fácil de aceitar e, quando o sentimento de culpa nos aflige, então torna-se quase impossível viver de uma forma coerente e livre. Muitas vezes, sublimamos as qualidades de quem já não se encontra entre nós em detrimento dos seus defeitos e isso leva-nos por caminhos errados e difíceis, afastando-nos da nossa direcção.

Foi o primeiro livro que li deste autor, conseguindo entrar dentro da personagem principal, sentindo-a minha, mesmo sendo ele um personagem masculino. Fiquei curiosa com o anterior livro do autor e pretendo ler em breve o "Ficarei à tua espera". Acho, porém, que a sinopse revela mais do que seria necessário... 

Livro a ler!

Terminado em 12 de Julho de 2011

Estrelas: 4*


Sinopse

Hugh Penders viveu num estado de apatia durante quase uma década, desde que o seu irmão Chase morreu num acidente de viação. Transporta no íntimo dois segredos que nunca foi capaz de partilhar com ninguém: acredita que poderia ter sido capaz de evitar o acidente e está profundamente apaixonado por Iris, a namorada de Chase.
Quando o pai de Hugh sofre um grave ataque cardíaco, Hugh tem de regressar à sua casa em Nova Inglaterra, de onde andara a fugir nos últimos dez anos. Um dia, encontra Iris - que se mudara havia muito tempo - na rua. Iniciam uma amizade e Hugh acredita que está a apaixonar-se novamente por ela.
Contudo, o fantasma de Chase paira sobre ambos. E, quando cada um deles revela uma verdade que o outro desconhecia, as suas vidas, a perspectiva que tinham de Chase, e as suas oportunidades de um futuro conjunto mudarão para sempre.
Imbuído da força do desejo e do impacte da perda, Nunca te Esqueci é uma narrativa comovente e romântica que emocionará profundamente o leitor.