Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

terça-feira, 22 de março de 2011

O Coração do Tártaro de Rosa Montero


Edição/reimpressão: 2003
Páginas: 212
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722329309
Coleção: Grandes Narrativas

Há livros que me deixam sem palavras de tão pesados que são! O tema de que trata esta história é daqueles que, na vida real, é melhor não nos depararmos com ele... Vou explicar melhor, já que sinto que me estou a enrodilhar toda: lá no fundinho de nós todos, temos medos que custamos aceitar, e este tema, para mim, fala de um assunto do qual tenho pavor - a droga - pois sei o quanto ela pode destruir alguém e o quanto deve ser difícil sair da sua dependência ou mesmo, viver perto de alguém subjugado por esse mal.

Não vou contar esta história. Impressionou-me porque poderia ser real e porque relata acontecimentos de que ouvimos falar nosso dia-a-dia: os abusos de que são alvo tantas crianças, os problemas da dependência, as recaídas, a luta necessária para superar traumas de infância e dependências várias.

A linguagem é crua. Magoa, fere, porque sentimos verdadeira. A escrita prende-nos a atenção pois mantém-nos em suspense desde as primeiras páginas. Gostei. 
(Teresa, para a próxima, recomenda-me uma leitura light...)

Terminado em 21 de Março de 2011

Estrelas: 4*

Sinopse

Sofia Zarzamala, uma jovem editora de livros medievais, desperta com uma chamada inesperada. Do outro lado do telefone uma voz masculina articula «Encontrei-te». Assustada, veste-se rapidamente e foge do seu apartamento com a sensação de estar a ser perseguida por algo ou alguém que inesperadamente regressou do seu passado oculto. Forçada a recordar, Sofia revive os anos que passou nos bairros corruptos da cidade nocturna, junto da miséria e crueldade e relembra a traumática relação com o pai e o irmão gémeo, que tanto quis esquecer. A força esmagadora do passado retorna e invade brutalmente a sua existência até à revelação final que mudará para sempre a sua vida.

5 comentários:

  1. Cris, tenho este em lista de espera, mas pelo que dizes não será leitura próxima ;)

    ResponderEliminar
  2. Pois pois amiga, de light este livro não tem nada.... mas considero uma leitura imprescindível para alertar consciências.
    De facto as minhas leituras raramente são light, mas para te compensar então mando-te pelos CTT "O Diário"? O tal que ganhei no facebook da Contraponto. A Odete está com a lista entupida, mando-o primeiro a ti queres? É pequenino, interessante e algo light! E Cris, podes demorar o tempo que quiseres!!!! Não tens que ler a correr para devolver!

    ResponderEliminar
  3. Não entendas mal o que disse, Manuela. Gostei de ler o livro. Mas é "forte"!

    ResponderEliminar
  4. Ainda não comprei mas depois do teu comentário irá ser o próximo. Até porquê já li dois da autora de que gostei bastante. "A louca da casa" compra porque é pequenino e muito interessante e "Instruções para salvar o mundo" uma história de esperança que nos deixa a pensar...

    ResponderEliminar
  5. Já me falaram no A louca da casa, tenho de o ler, Teresa!

    ResponderEliminar