Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

A convidada escolhe: Uma palavra tua

É uma delícia saborear as opiniões das minhas amigas e sinto que foi, realmente, um momento feliz de inspiração quando me lembrei de fazer esta rubrica com elas e que sai todas as quintas. Mais uma vez, o meu obrigado pelas suas opiniões! O meu comentário a este livro aqui. Os livros tocam-nos de maneira diferente mas ao ler a opinião da Teresa não pude deixar de me perguntar se não terei lido com muita rapidez e ligeireza este livro de Elvira Lindo...


"Peguei neste livro com o pressuposto que seria um livro óptimo para intercalar com leituras mais pesadas por um lado, por outro porque sendo de uma autora espanhola teria mesmo de ler pois cada vez mais tenho apreciação por escritores do país vizinho e por outro ainda porque tratando-se de um livro de apenas 186 páginas seria uma leitura rápida. Bem, os dois primeiros pressupostos confirmaram-se mas o terceiro não.

Ao fim de dois dias fiquei perplexa por ainda estar a meio do livro! Pois bem, este livro não é para ser lido depressa! E porquê? Porque embora de
aparencia simples é, na realidade, um livro que se revela bem mais complexo.

Conta-nos a história de duas varredoras de rua madrilenas, Rosário e Milagros,
mostrando-nos o seus anseios, a sua realidade, as suas semelhanças e diferenças, a sua vida quotidiana que aparenta uma banalidade que na realidade não existe pois a autora imprime a estas duas mulheres personalidades cheias de sentimentos e o desenrolar da história tem momentos quase rudes, outros mais sentimentais mas sem qualquer laivo de lamechas, momentos cómicos ou pelo contrário trágicos, enfim um romance sobretudo humano.

A amizade entre estas duas mulheres é o tema central, os seus encontros e desencontros são-nos descritos com sensibilidade e também crueza, não é de todo um romance com floreados românticos e que nos faça sonhar, pelo contrário mantêm-nos bem acordadas para a realidade desta nossa sociedade cujos valores parecem estar em mutação.

A escrita de Elvira Lindo revela-se neste pequeno/grande livro, uma escrita mordaz, sensível, crua e poderosa. Após esta leitura, a nossa reflexão sobre a mesma centra-se na sociedade que nos rodeia, plena de preconceitos e vazia de sentimentos e lembra-nos que há “figuras” aparentemente vulgares e desprovidas de interesse que na realidade se revelam profundas e repletas de qualidades.

Se por vezes soltei uma ou outra gargalhada ou pelo menos sorri, momentos houve que senti algum choque e mesmo alguma tristeza ao constatar algumas características da nossa realidade actual.

Um livro que aconselho sem reservas mas com a ressalva de que deve ser “saboreado devagarinho para plena degustação dos diferentes sabores e ingredientes”. Resta-me dizer que adorei este livro e principalmente adorei a sensação de surpresa que me proporcionou!"

Teresa Carvalho

2 comentários:

  1. Cris, eu é que agradeço o teu pedido de colaboração. É uma honra publicares as minhas opiniões :))
    Feliz 2012
    Beijinhos

    ResponderEliminar