Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Breve História de Amor de Tiago Rebelo


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 168
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892316574

Depois do encontro dia 4, sexta-feira passada, com o escritor Tiago rebelo fiquei em pulgas para ler este livro, tanto mais que o seu conteúdo estava recheado de pequenas histórias, de leitura breve.

E assim, no sábado, ao fim da manhã, o livro estava lido. São histórias de encontros e desencontros entre amores, que se intercalam bem nas leituras mais pesadas que tenho sempre em mãos.

Confesso que gostei mais da última, mais extensa e onde se consegue captar melhor a escrita fuída deste autor. As histórias são breves mesmo, pois nasceram com o intuito de preencher uma página de um conhecido jornal.

Vim do encontro com vontade de ler "Encontro em Jerusalém", uma das obras preferidas do escritor e que, pela sua sinopse, promete ser uma leitura deveras interessante. Não vale, neste livro "comer" com os olhos pois a capa não traduz o seu conteúdo!

Terminado em 5 de Novembro de 2011

Estrelas: 3*

Sinopse


Breve História de Amor é o desfile de retratos autênticos sobre relações quotidianas. Caminhos do acaso que levam homens e mulheres a cruzarem os seus destinos, por vezes, nas circunstâncias mais surpreendentes. 
Pessoas que se encontram, ou se reencontram, que se unem ou se separam, sentimentos intensos e irreprimíveis que determinam as suas vidas e alteram bruscamente e sem aviso os seus destinos.
Através de uma descrição intensa e cirúrgica, Tiago Rebelo conduz-nos aos pensamentos mais íntimos das personagens que tantas vezes se confundem com os nossos. 
Autor de romances bem conhecidos do público, como O Tempo dos Amores Perfeitos, O Último Ano em Luanda ou Uma Noite em Nova Iorque, Tiago Rebelo oferece aos leitores a versão original das melhores histórias publicadas ao longo de mais de um ano na revista Domingo, do Correio da Manhã, e ainda o conto inédito Amores Indeléveis.

Sem comentários:

Enviar um comentário