Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

"Limões na Madrugada" de Carla M. Soares

Comecei a ler as primeiras páginas e tive de voltar a relê-las porque a minha atenção estava "em Marte". Não sei porque tal me acontece mas é uma das razões que me afasta dos contos. O começo para mim não é fácil. Sou distraída e tenho sempre os pensamentos a mil...

Mas os capitulos curtos, a escrita bonita e cuidada sem ser rebuscada em excesso, o vai-vem constante entre momentos temporais diferentes intercalados entre Portugal e Argentina, transmitem ao leitor um ritmo de leitura muito próprio, que me fez sentir em "casa". Sem nada conhecer da história, porque às vezes nem a sinopse quero ler, nem tão pouco conseguir adivinhá-la, senti-a minha.

A protagonista da história é também, a narradora, o que aproxima o leitor quando lê o que ela conta, a sua história. É uma personagem bastante completa, com as suas contradicões e os seus medos mas com uma garra muito forte que a impele a vencer as suas próprias barreias. Uma personagem muito "humana", parecida, certamente, com alguém que conhecemos e que nos é próximo. Esta caracterização, que achei perfeita, confere a Adriana um papel central neste relato e é através dela e por ela que a história ganha vida e contornos muito verdadeiros e reais, verosímeis.

As passagens no tempo fazem-se com suavidade, não agredindo quem lê, mesmo que se mude do passado para o presente em menos de nada. O mesmo acontece com as mudanças de espaço (por sinal com descrições muito atentas) durante a narrativa: viajamos do Porto para Buenos Aires para ir descobrindo, aos poucos, a história de uma família, cuja última descendente deseja e, ao mesmo tempo, não deseja conhecer...

Uma família que me deu um gosto imenso conhecer, sobretudo ao espreitar os seus segredos, com histórias de uma época onde as pseudo-loucuras e as fragilidades humanas necessitavam de ser abafadas. Quem não gosta de "deitar um olho" para dentro de uma "casa"?

Tenho mais livros da Carla na estante por ler. Preciso de resolver isso...

Terminado em 7 de Janeiro de 2018

Estrelas: 5*

Sinopse
Ansiosa por regressar à Argentina, mas presa a Portugal, distante do homem que ama e da mulher com quem vive, Adriana está perante um dilema universal e intemporal: manter-se comodamente na ignorância ou desvendar o passado da família, como se de um caso policial se tratasse, enfrentando assim aquilo de que andou a fugir toda a vida, por mais doloroso que seja. 

Num jogo magistralmente imaginado pela autora, entre a vida atual de Adriana e os ecos do Portugal antigo, machista e violento dos seus pais e avós, esta história, de uma família e dois continentes, é uma viagem entre o presente e o passado, uma ponte sobre o fosso cultural que separa as gerações, um tratado sobre tudo aquilo que a família pode fazer à vida de um só indivíduo.


Entre a sombra e a luz, deixando que por vezes os silêncios falem mais alto do que as palavras, Limões na Madrugada é um romance sobre o amor incomum, o poder da família e a necessidade da coragem.

Cris

2 comentários:

  1. Deixo-lhe aqui o convite para estar presente na próxima sessão do Clube de Leitura Ler na LER e conversar com a Carla M.Soares sobre este livro tão fascinante, no próximo dia 17 de fevereiro, na Livraria Ler, em Campo de Ourique (Rua Almeida e Sousa, 24C, Lisboa) a partir das 18h. Gostaríamos muito de contar com a sua presença.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou tentar ir, Maria João! Obgda pelo convite. Beijinho!

      Eliminar