Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sexta-feira, 31 de março de 2017

"O Poder das Pequenas Coisas" de Jodi Picoult

Já perdi a conta aos livros que li desta escritora! Sei que serei sempre uma sua fā. Incondicional. Digam o que disserem dela (algumas opiniōes sugerem que a sua escrita é algo lamechas!) eu adoro a sua forma tāo cativante de escrever que agarra a minha atençāo logo nas primeiras palavras. Nāo preciso de apontar num papel o nome dos personagens com medo de os trocar e de nāo saber quem sāo.  Nāo preciso de procurar palavras no diccionário. Gosto dos temas que aborda, que nāo sendo de todo leves, sāo surpreendentemente actuais.

Percebe-se que Jodi nāo pega numa caneta ou num teclado e começa a escrever sem pensar. Nāo. O assunto é cuidadosamente escolhido e abordado, possuindo como pano de fundo uma pesquisa exaustiva que aprofunda verdadeiramente e isso transmite ao leitor uma confiança e serenidade que impedem que determinados assuntos sejam tratados com leviandade. Gosto disso. Faz-me pensar como reagiria a determinadas situaçöes e repensar as minhas acçōes, se preciso for. 

Desta feita o tema tratado é o racismo. E mais do que a igualdade de raças que seria de desejar, fala-se aqui de equidade. As mesmas oportunidades para todas as raças segundo as diferenças de cada pessoa. Mais do que tratar toda a gente por igual é dar justas oportunidades consoante as diferenças de cada um de modo a poder ter êxito. Nāo vos vou contar esta histôria mas podem ler a sinopse para ficarem com um cheirinho do que este livro contém. E contém muito. Tanto que as 500 páginas voaram. Literalmente.

Small Great Things, o título original, como refere a autora nas consideraçöes que faz no final, é uma referência a uma citaçāo de Lutter King, que nāo posso deixar de mencionar aqui: "Se nāo posso fazer grandes coisas, posso fazer pequenas coisas de uma forma grande".

Recomendo. Leiam, vá! 

Terminado em 30 de Março de 2017

Para ter mais informações sobre este livro, consulte o site da Editorial Presença aqui.

Estrelas: 5*

Sinopse
Ruth Jefferson é uma enfermeira obstetra com mais de vinte anos de experiência. Um dia, durante o seu turno, começa uma avaliação de rotina a um recém-nascido. Minutos depois é informada de que lhe foi atribuído outro paciente. Os pais do bebé são supremacistas brancos e não querem que Ruth, afro-americana, toque no seu filho. O hospital acede a esta exigência, mas no dia seguinte o bebé enfrenta complicações cardíacas. Ruth está sozinha na enfermaria. Deve ela cumprir as ordens que lhe foram dadas ou intervir? O que se segue altera a vida de todos os intervenientes e põe em causa a imagem que têm uns dos outros.

Cris

1 comentário: