Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

"Água do Meu Coração" de Charles Martin

Charles Martin é, para mim, uma aposta segura. Já li A Montanha Entre Nós (podem
ler aqui a minha opinião) e tenho quase a certeza de ter lido Até Que o Rio nos Separe mas não encontro o meu comentário no blogue, o que significa que tenho de tratar disso rapidamente... No entanto, pegar num livro com as expectativas elevadas é sempre um risco, como sabem.

Não se aflijam que, aqui, neste Água do Meu Coração, não há perigo de elas serem demasiado altas e a leitura sair gorada. A-DO-REI!

Uma escrita tão simples e no entanto, tão repleta de conteúdo que nos toca rapidamente o coração, que nos enche tanto a alma que fiquei, após a última página, a secar a lágrima que teimou em sair. Confesso que um filme consegue comover-me mais rapidamente que um livro e são raras as vezes que as páginas de uma história possuem influência direta com o meu saco lacrimal... Creio que este autor tem o condão de nos fazer visualizar os sítios que descreve, as personagens que caracteriza e, acima de tudo, dar vida ao que nos conta. Estive lá, nessa Nicarágua longínqua, que desconheço e partilhei o quanto o sofrimento e o amor podem alterar o carácter de um homem. 

Adorei, simplesmente. Recomendo muitíssimo. Uma história que desperta em nós uma característica que acho fabulosa no ser humano: a esperança. Ah, e não devem ler a sinopse. Partam à descoberta deste livro sem saberem nada do seu conteúdo. Garanto-vos que vai ser bem melhor!

Terminado em 23 de Outubro de 2016

Estrelas: 6*+

Sinopse
Com uma vida difícil desde criança e um passado no mundo dos negócios de que não se orgulha, Charlie Finn vive agora tranquilamente de trabalhos pouco transparentes que faz com o seu barco ao largo da costa de Miami.
Charlie procura levar um dia de cada vez, sem grande agitação, no entanto, quando os seus atos têm consequências devastadoras para aqueles que mais ama, sente-se obrigado a reparar todo o mal que causou.
Decidido a trazer para casa são e salvo o filho do seu melhor amigo, viaja para a América Central. A viagem leva-o inesperadamente até León, um lugar a que outrora virara costas pelas piores razões, onde reencontra aqueles que pagaram pelas decisões cegas do seu passado, entre eles Paulina e a filha.
Poderá o confronto com o passado conceder a Charlie a redenção de todos os males que provocou e ajudá-lo a encontrar um amor como nunca julgou possível?

Cris

Sem comentários:

Enviar um comentário