Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

A História da Rapariga Bonita de Rachel Simon


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 344
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722523981

Gosto muito quando chego ao final de um livro e leio as notas do autor, explicando quais os factores que o levaram a escrever a história. Muitos deles são histórias verídicas que marcaram profundamente o escritor e é a partir delas que o enredo é elaborado. Porque às vezes, quando lemos um livro algumas situações sentimos como verdadeiras mas queremos comprovar a sua autenticidade.

Foi isso que aconteceu com este belíssimo livro. Uma história impressionante, baseada em pequenas outras histórias também elas de arrepiar. Na sua capa, o autor de Marley e eu, John Grogan faz-nos um desafio que eu subscrevo na sua totalidade e vos coloco aqui: "Desafio-vos a lerem as primeiras 20 páginas e a não continuarem."

As personagens estão de tal forma bem construídas que nos sentimos no seu interior : uma rapariga/mulher com algum grau de deficiência que o abandono e os maus tratos numa escola levam ao seu isolamento interior, deixando inclusivé de falar; um surdo que, por não saber comunicar, constrói um mundo só seu e do qual nos vamos apercebendo; uma professora reformada que toma uma decisão que a leva a alterar a sua vida totalmente, uma decisão tomada sem pensar mas que lhe trás alegrias e medos que a fazem crescer como pessoa.

Tomamos conhecimento da existência de instituições/escolas para os deficientes e os excluídos da sociedade, dos horrores por lá passados, da inexistência de higiene e de condições mínimas de vida. Relatos impressionantes que sentimos verdadeiros.

A história passa-se entre 1968 e 2011. Uma vida para reunir vidas, unidas pelo amor.

Um livro a reter e a ler obrigatoriamente!

Terminado em 21 de Fevereiro de 2012

Estrelas: 5*+

Sinopse

Estamos em 1968. Lynnie, uma jovem branca com um atraso do desenvolvimento, e Homan, um afro-americano surdo, vivem encerrados e esquecidos numa instituição. Profundamente apaixonados um pelo outro, fogem e refugiam-se na quinta de Martha, uma professora reformada, agora viúva. Mas o casal não está sozinho: Lynnie acabou de dar à luz uma menina. Quando as autoridades os encontram nessa mesma noite, Homan consegue fugir, mas Lynnie é apanhada. Mas antes de ser levada à força para a instituição, consegue sussurrar a Martha estas palavras: «Esconda-a.» E é assim que tem início a viagem épica de Lynnie, Homan, Martha e Julia, o bebé, separados por obstáculos aparentemente incontornáveis mas que hão de vir a reunir-se por força de um pacto secreto e de um amor extraordinário.

1 comentário: