Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Às vezes o mar não chega de Sofia Marrecas Ferreira


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 184
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04397-9

Gosto muito quando termino um livro e fico a saborear a história, as palavra bem escritas, as personagens presentes no meu imaginário. 

Capa perfeita, que traduz o conteúdo deste livro, bonita e apelativa. Um primeiro olhar que cativa e nos faz imaginar o interior do livro.

Um enredo que se descobre aos poucos, subtilmente, desvendando pequenos mistérios, captando a nossa atenção continuamente. 


Personagens com características fortes e diferenciados entre si, que vamos conhecendo aos poucos, conhecendo seus mistérios, apreciando a forma elegante como são descritos. 


Uma forma sublime de relatar uma história onde nomes como Pascoalina, Vitória, Violeta, Eugénia, Amália, Sebastião e Leonardo, perduram na nossa mente muito depois de lida a última página do livro. Uma escrita peculiar e envolvente. Recomendo!


Terminado em 26 de Fevereiro de 2012

Estrelas: 4*+

Sinopse


«... Ambrósia suspeitou que o seu destino e o das mulheres do Monte das Pedras estavam para sempre ligados ao do Monte do Fidalgo, embora não soubesse exatamente como. Mas era uma coisa assim, um presságio que reconhecia e que pairava no ar, no desenho das estrelas, na respiração da terra, no palpitar das searas, nas nuvens do céu, nas lágrimas que entornava e que davam de beber às rãs. Por isso, pensava que Deus a queria ali, grande como um gigante e velha como um século, para olhar pelo futuro das três irmãs e, quem sabe, para protegê-las de si próprias.»

Três irmãs apaixonadas pelo mesmo homem. Uma jovem adolescente, Amália, que tem por única companhia a sua boneca Contratempo. Uma cigana centenária, Ambrósia, que tem o coração do tamanho do mundo e é capaz de ler nas suas próprias lágrimas as pulsões mais profundas daqueles que a rodeiam.

Sofia Marrecas Ferreira transporta-nos de novo a um mundo mágico e real, reconstituindo uma saga familiar que serve de suporte a uma reflexão literária sobre o encanto e as desilusões de uma cultura ancestral - a do Alentejo.

2 comentários:

  1. Olá Cris!

    Que temas específicos aborda este livro? É que a sinopse é muito vaga :S

    bjnhs

    ResponderEliminar
  2. B. este livro conta-nos a saga de uma família: três irmãs, uma sobrinha, uma menina com um pequeno defeito num braço... segredos escondidos que se vão revelando ao longo do livro. Muito bem escrito, uma escrita de encantar.

    ResponderEliminar