Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Dezembro de Elizabeth H.Winthrop


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 280
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722523707

Perturbador este livro! É assim que eu o classifico. 

De leitura obsessiva, esta obra é um pouco o colocar à prova a nossa paciência, no sentido de que queremos desde o seu início perceber a causa do comportamento da pequena Belle e está de tal forma escrito que nos leva a sofrer em conjunto com os seus pais, desesperados por ouvirem um pequeno som de sua boca. 

Personagens bem construídos psicologicamente, completas nas suas qualidades e defeitos. Ruth, a mãe, vive amargurada, culpabilizando-se por ter escolhido este ou aquele caminho ou decisão que, no seu entender, poderiam ter levado ao silêncio alarmante de sua filha. Wilson, o pai,não sabe como reagir perante o comportamento e o isolamento que Belle se impôs. E Isabelle, ela própria, não tem uma explicação para o seu comportamento... 

Às vezes a própria vida encarrega-se de resolver alguns mistérios e é com impaciência que folheamos as páginas deste livro, ávidos para ficar a conhecer o desenrolar e o final da história. Recomendo!

Terminado em 20 de Dezembro de 2011

Estrelas: 4*+

Sinopse


A pequena Isabelle, de onze anos, não diz uma palavra há quase um ano. Desistiram dela quatro psiquiatras, classificando de impenetrável o seu silêncio. Os seus pais sentem-se incrédulos e aterrorizados com o isolamento da filha e com o facto de gradualmente estarem a perder o controlo sobre a vida familiar. A escola de Isabelle, que até agora tomou a atitude extraordinária de a deixar fazer os testes e trabalhos em casa, está prestes a expulsá-la, obrigando os seus pais a confrontarem-se com a possibilidade de aquilo que julgaram tratar-se de uma extravagância de adolescente, uma fase, ser afinal uma transformação definitiva, um isolamento de onde a filha poderá nunca vir a sair. 

Dezembro constrói um quadro inesquecível de uma família em crise e de um mês na vida de uma rapariga inteligente e fascinante, encerrada num isolamento criado por si própria e do qual só ela pode decidir libertar-se. 

De leitura compulsiva e emocionante, Dezembro é uma obra de uma originalidade maravilhosa e de grande impacto emocional.

2 comentários: