Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sábado, 9 de outubro de 2010

Uma ariana judia!


Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 656
Editor: Oceanos
ISBN: 9789724153001
Colecção: Mar de Histórias

Um livro espectacular! A palavra que me surge para caracterizá-lo é muito "cheio", isto é, um livro cheio de informação e de factos verídicos, cheio de mistério e romance, cheio pequenas de alegrias e grandes sofrimentos, CHEIO!

Estamos em 1933, em Berlim, temos 14 anos e somos uma adolescente alemã... Olhamos a vida através dos olhos de uma menina que espera da vida tudo o que esta lhe pode oferecer.

Com a crescente subida ao poder de Hitler, os valores que lhe foram incutidos desde criança, sobretudo por um pai que adora e que a adora também, são, subitamente, postos em causa. É instigada e obrigada a deixar de falar com os seus amigos judeus, a participar numa organização de juventude hitleriana feminina. Vê com espanto as pessoas transformarem-se, abdicando daquilo em que acreditam porque o medo começa a instalar-se. É no pai que essa transformação lhe causa maior dor. 

É a sua luta para se manter fiel a si própria que, página a página, assistimos entusiasmados e, ao mesmo tempo, tomamos conhecimento das mudanças graduais que se vão verificando numa Alemanha que se dizia aberta e liberal: um clima de crescendo terror para quem nasceu com alguma deficiência, para quem é judeu, para quem faz questão de manter os seus amigos independentemente da sua raça ou das sua deficiências físicas, para quem não pertence à "raça pura"!


Foi com muito prazer que no final de 650 páginas voltei ao prefácio e o reli.

Vale mesmo muito a pena ler este belíssimo livro! ("Mar" não percas!)


Terminado em 8 de Outubro de 2010

Estrelas: 5+

Sinopse




Em 1990, Richard Zimler descobriu numa cave de Istambul sete manuscritos do século dezasseis escritos por um cabalista chamado Berequias Zarco. Um deles narrava o pogrom de Lisboa em 1506 e a recriação dessa narrativa por Zimler resultou no best-seller internacional O Último Cabalista de Lisboa. Mas, o que revelavam os outros seis manuscritos?



Em Berlim, na década de Trinta, o descendente de Berequias Zarco, Isaac Zarco, está determinado a descobri-lo. Está convencido que o pacto entre Hitler e Estaline - para além de outros «sinais» - anuncia que uma profecia apocalíptica feita pelo seu antepassado está prestes a concretizar-se. Acredita também que, se conseguir descodificar esses textos cabalísticos medievais, pode salvar o mundo. 
Passado durante a subida ao poder de Hitler e a guerra que os nazis moveram contra os deficientes, A Sétima Porta junta Sophie Riedesel - uma jovem espirituosa, artística e sexualmente ousada - com um grupo clandestino de activistas judeus e antigos fenómenos de circo liderados por Isaac Zarco. Quando uma série de esterilizações forçadas, estranhos crimes e deportações para campos de concentração dizimam o grupo, Sophie, agora já adulta, tem de lutar com todo o seu engenho para salvar tudo o que ama na Alemanha - a qualquer preço.

6 comentários:

  1. Tenho mesmo que ler este livro que está na lista de espera...!!!

    ResponderEliminar
  2. Richard Zimler é um dos meus escritores favoritos,
    "O Último Cabalista de Lisboa" é um livro fantástico pela Lisboa que nos revela, pelos factos que desvenda...pelos ensinamentos.

    ResponderEliminar
  3. Guerreiro
    Merece ser posto no primeiro lugar! A capa é fraquinha e não transparece o que vai lá "dentro".

    ResponderEliminar
  4. Não conhecia este livro... Depois de ver a tua opinião, fiquei com muita vontade de o ler!

    bjinhs

    ResponderEliminar
  5. Adoro o Zimler e depois de ler o teu post tenho mesmo de ler este. Adorei "O Último Cabalista de Lisboa", "Meia-Noite ou o Principio do Mundo" e "Goa ou o Guardião da Aurora" e não gostei muito do "Á Procura de Sana". Mas já vou pôr "A Sétima Porta" na minha lista enormeeeeeeeee de livros a comprar....

    ResponderEliminar