Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 3 de outubro de 2010

"A Casa do Sono" de Jonathan Coe


Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 346
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892307671

Gostei desta leitura que nos obriga a viajar entre o passado e o presente, fazendo-nos alternar no tempo a uma velocidade super, sem, no entanto, nos perdermos no enredo complexo que possui. 

Estamos perante vários problemas relacionados com o sono, desde acessos de sono profundo (narcolepsia), a uma falta de sono quase total (insónia), passando pela perda súbita dos sentidos (catapexia) resultante, também, desses problemas... 

Perante estes ingredientes temos de acrescentar uma pitadinha de sal e umas ervas aromáticas, ou seja, um pouco de romance e mistério que nos prendem definitivamente e nos obrigam a querer "degustar" mais e mais! 

Terminado em 2 de Outubro de 2010

Estrelas: 5*

Sinopse




Um enorme edifício no alto de uma falésia, o barulho das vagas, um labirinto de corredores vazios onde o ruído dos passos ecoa… A propriedade de Ashdown abrigou nos anos oitenta uma residência de estudantes: aí encontramos Sarah, que sofre de narcolepsia e não consegue distinguir os sonhos da realidade; o seu namorado, Gregory, que só atinge o orgasmo ao pressionar com os dedos os olhos de Sarah; Terry, um pretensioso crítico de cinema que dorme pelo menos catorze horas por dia e nunca consegue recordar o que sonhou; e Robert, capaz de amar sem limites. Quatro personagens simultaneamente trágicas e hilariantes, capazes de tecer entre si relações extremas que, contudo, não os impedirão de se afastarem. 

Doze anos depois, a residência é transformada numa casa de saúde especializada em perturbações do sono. Estranhamente, os ocupantes do edifício voltam a ser os mesmos. Mas nem sempre se lembram dos laços complicados que em tempos ligaram as suas vidas... Movendo-se entre o passado e o presente, A Casa do Sono é um romance desconcertante, uma estranha e dilacerante história de amor sobre a realidade e o sonho, a memória e a identidade.

1 comentário:

  1. É este :) Obrigada!!!! Apercebi-me do esforço que tiveste que fazer para conseguir chegar lá, uma vez que a minha descrição não tinha muito a ver com a sinopse.. ahahahah muito muito obrigada :)

    ResponderEliminar