Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

A última profecia de António Trabulo


Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 160
Editor: Esfera do Caos
ISBN: 9789898025326

Uma capa, mesmo não sendo o motivo principal da escolha das minhas leituras, é o factor que, visualmente, atrai logo a minha atenção. Esta achei-a bonita e prometedora. Gosto quando fixamos o olhar e, de cada vez que o fazemos, encontramos um pormenor diferente! A sinopse também não lhe ficava atrás... Foi um bom motivo para a escolha deste livro, muito embora não tenha lido nada acerca dele.

Livro de leitura fácil e, não fora o ter de me apresentar ao trabalho, te-lo-ia lido em dois tempos! Conjuga um estilo ligeiro de romance - não propriamente do meu agrado - com algo que apreciei deveras: o aprofundamento sobre um tema que desconhecia, ou melhor, que aflorava somente. Foi assim que fiquei a conhecer um pouco melhor sobre a presença judaica na Península Ibérica (em Portugal mais especificamente), o extermínio e as perseguições de que este povo foi alvo, como surgiu o nome pejorativo de "marranos" e o que significa...

O autor combina bem esta investigação sobre os judeus com os aspectos fictícios de romance e de thriller. Confesso que achei que o final, embora não me tivesse desagradado, poderia ter sido mais explorado, pois a intriga e o suspense são bem alimentados durante o livro todo e, as últimas páginas, são poucas para o que esperamos do livro. Gostei e recomendo.



Terminado em 25 de Agosto de 2011

Estrelas: 3*

Sinopse

Ester combina encontrar-se em Belmonte com um velho judeu que lhe prometera informações úteis para o seu trabalho de investigação histórica. Ao entrar na vila, cruza-se com um funeral. Assim começa uma via dolorosa em que as mortes se vão sucedendo enquanto perseguidores impiedosos procuram manuscritos que os possam conduzir a um tesouro perdido há vários milénios.
Ao recolher do chão a boneca rasgada e suja de Mariana, Ester não podia imaginar que o destino lhe confiava um segredo aferrolhado há séculos por uma família de judeus portugueses.
Este romance confunde-se com a história dos marranos, obrigados a ocultar a sua fé. Tão poderosa viam a Inquisição que, séculos mais tarde, julgavam ser os únicos a resistir e pensavam que não havia mais hebreus no mundo. Conjugando elementos do thriller, do policial e do romance histórico, o autor leva-nos a percorrer os meandros de uma aventura empolgante.

Sem comentários:

Enviar um comentário