Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Maldito Karma de David Safier


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 280
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896571467

Espectacular! Sabem aquele livro que vocês nunca comprariam se lessem a sinopse? Aquele que a capa nada vos diz? Pois! Este seria, para mim, o livro ideal... para não o ler!

Ainda bem que, num acto um pouco impensado, pedi ao SdL mo emprestar... Achei-o formidável, com um humor refinado e contagiante, com uma imaginação sem limites! E, no entanto, fala-se aqui de conceitos sérios, como, por exemplo, do bem e do mal que se pratica face aos outros e que nos vem bater à porta, como de um retorno se tratasse. Falar a sério, a rir!


O final desiludiu-me um pouquito pois mais não é que um happy end, mas não há livros perfeitos... como em tudo o mais, não é?

É, pois, uma história cheia de humor mas também de lições de vida. As lições que se apreendem desta leitura são inúmeras e fazê-mo-lo a rir ou a sorrir. Também há lugar a uma lagrimita!


Em muitas alturas visualizamos o que lemos, tal é o movimento e a acção das personagens. Conseguimos "assistir" aos acontecimentos, como se de um filme se tratasse. Situações inacreditáveis que nos trazem o sorriso de volta, caso a vida no-lo tenha roubado. Aconselho-vos: Não leiam a sinopse, leiam o livro!

Terminado em 8 de Maio de 2011

Estrelas: 5*+

Sinopse

Este romance conta-nos as provações e atribulações de Kim Karlsen, uma personalidade de televisão cuja carreira obsessiva lhe traz graves repercussões cósmicas. Kim trai o marido, esquece a filha e maltrata colegas. Tudo parece valer a pena quando ganha o mais prestigiado prémio da televisão alemã, mas nessa mesma noite ela é esmagada por destroços de uma estação espacial russa...

1 comentário:

  1. Estou como tu, se o visse na prateleira e lesse a sinopse, nunca me iria chamar a atenção o suficente para o ler.-
    Mas li-o por empréstimo e adorei =)
    È super engraçada a história!

    ResponderEliminar