Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Continua Desaparecida de Chevy Stevens

Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 320
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722522823
Coleção: Grandes Romances

Há livros que deixam marcas e me fazem perguntar como é possível a sua escritora ter uma imaginação tão prodigiosa e fazer, ao mesmo tempo, um relato tão real de uma situação fictícia. 

A sinopse é parca para o tanto que sentimos com a sua leitura. Não só sentimos como também visualizamos todas as cenas como se de um filme se tratasse! E, quando um livro me faz mergulhar tão intensamente nos sentimentos, nas vivências da personagem principal, então, posso afirmar que ele conseguiu, sem sombra de dúvida, atingir a sua função: deixar que eu entrasse na sua história, que eu me transformasse nessa personagem!

Devem mesmo ler este livro! É indiscritível o terror e as agressões a que é sujeita Annie aquando do seu desaparecimento e nos seus longos dias de cativeiro! Faz-nos pensar em todos os que podem estar a passar por situações idênticas, tal é o realismo que a autora impregna nas suas palavras! 

Desapareceu, de facto, num certo dia em que um homem a atacou e a levou contra sua vontade, mas continua desaparecida mesmo depois de ter sido encontrada: Annie nunca voltará a ser a mesma! No entanto, a sua luta diária para "viver" as coisas mais básicas, para sobreviver às rotinas do dia-a-dia, deixam o nosso coração apertado.

Brilhantemente escrito, sem pudor e com uma dureza que nos fere os sentidos, este livro é daqueles que queremos ter na nossa estante e que não vamos esquecer tão cedo. Para ler, com urgência! Muito bom mesmo. 

Terminado em 16 de Setembro de 2011

Estrelas: 5*+

Sinopse

No dia em que foi raptada, Annie, de 32 anos, tinha três tarefas a cumprir: vender uma casa, esquecer uma discussão feia com a mãe e ir jantar com o namorado…
Intercalada com a história do ano em que foi prisioneira de um psicopata nas montanhas, narrada nas sessões que tem com a sua psiquiatra, surge a história do que se seguiu à sua fuga.
Um livro visceral, chocante e maravilhosamente narrado.

2 comentários:

  1. Este livro está constantemente a chamar por mim, e a tua opinião só confirma as minhas expectativas em relação a ele. Infelizmente ainda não teve oportunidade de chegar cá a casa, mas está certo que vou lê-lo um dia.

    bjs**

    ResponderEliminar
  2. Também já li este livro e devorei-o. Confesso que não estava habituada a este tipo de literatura, mas gostei.
    Cada capítulo começa com a personagem principal em jeito de monólogo para a sua psicóloga, e depois o capítulo continua com a história do breve passado da personagem principal, o rapto e consequente ano de rapto e, a vida dela depois do rapto, onde ela descobre tudo e continua desaparecida nela mesma.

    ResponderEliminar