Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Reflexos num olho dourado.





Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 100
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722345286




Livro pequeno este, mas tão intenso! Somos, logo na primeira página, postos ao corrente da trama central mas, mesmo assim e se calhar devido a isso, ficamos presos logo no início. Tal como gosto! 


Tirem as ideias pré-definidas que possam ter antes ler este livro. Não é um romance fácil e ligeiro. Algumas frases são desconcertantes, rudes até! E o mistério mantém-se até ao final e, quando chega, queremos que o livro tenha mais páginas que as 96 que possui... 


Os personagens, algo estranhos, são psicologicamente bem construídos, fortes, com características marcantes e bem delineadas e transportam para o papel os seus traços, gostos e inquietações de tal forma que os conseguimos visualizar, como se de cinema se tratasse.


Ficamos a querer saber mais, a imaginar mais, depois da leitura terminar! Será defeito? Qualidade? É a forma de escrever de Carson McCullers, autora de O coração é um caçador solitário. Numa palavra: intenso! 


Este livro foi-me gentilmente cedido pela editora.


Terminado em 18 de Maio de 2011

Estrelas: 4*

Sinopse

Numa base militar americana, na Geórgia, a rotina e o isolamento criam um insuportável sentimento de tédio que agudiza a tensão latente entre a «máscara» social e o mundo caótico de paixões, obsessões, frustrações e ódios secretos. Este singular inferno gira em torno de dois oficiais e as respectivas esposas, um excêntrico criado filipino, um cavalo e o jovem soldado Williams, o elemento que virá romper o delicado equilíbrio neste quadro de relações. McCullers escreve a sua história com uma simplicidade despretensiosa, explorando os limites sempre instáveis entre a «normalidade» e a ordem e o foro íntimo das pulsões que movem as personagens deste romance.

1 comentário: