Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 19 de setembro de 2010

O povo Ibo


Vencedor do Orange Prize 2007
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 544
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892305387
Colecção: Romance

Com base numa situação de guerra verídica, esta escritora leva-nos para África, mais propriamente para a Nigéria e para os conflitos que se traduziram em golpes de estado, situações de fome extrema, corrupção e assassinatos entre diferentes etnias (Ibos e Iorubas), numa guerra em que os civis foram, como sempre, os maiores prejudicados. O abuso do poder levado ao extremo...

São 500 páginas escritas com mestria, onde os personagens tomam corpo, desenvolvem a sua personalidade e vão-se interligando uns com os outras com o decorrer da acção. Se bem que os acontecimentos não sejam verdadeiros, não nos é difícil imaginar o que se terá passado nesta guerra entre a Nigéria e o Biafra em 1967/70.

Espectacularmente enriquecido com o dialecto Ibo, "vivemos" as personagens intensamente, as suas penas e dores, todas as suas alegrias e sofrimentos. Muito bom!

Um pouco de História:


"A República do Biafra foi um estado secessionista no sudeste da Nigéria. O Biafra era habitado maioritariamente pelo povo ibo e existiu de 30 Maio de 1967 a 15 de Janeiro de 1970.
Em 1960 a Nigéria tornou-se independente do Reino Unido. De forma semelhante aos outros novos estados africanos, as fronteiras do país não tinham sido desenhadas de acordo com territórios antigos. Daí surgiu que a região norte desértica do país contivesse estados muçulmanos feudais semi-autónomos, enquanto que a população do sul era predominantemente cristã e animista. O seu precioso petróleo, principal fonte de receitas, localizava-se no sul do país.
Após a independência, a Nigéria estava dividida por linhas étnicas, com os haussas e os fulanis no norte, os iorubas no sudoeste e os ibos no sudeste. Em resposta a motins ocorridos no ano anterior, de onde tinham resultado 30 000 ibos mortos e aproximadamente um milhão de ibos refugiados, em Janeiro de 1966, um grupo maioritariamente constituído por ibos, levou uma revolta militar com o objetivo de se separar da Nigéria." (retirado de wikipédia)


Terminado em 18 de Setembro de 2010

Estrelas: 5*

Sinopse


Com uma elegância apenas ao alcance dos grandes escritores, Chimamanda Ngozi Adichie entrelaça as vidas de cinco personagens inesquecíveis: Ugwu, um humilde criado de treze anos a quem o mundo se desvendará pela mão do seu senhor, Odenigbo, que, na intimidade da sua casa, planeia uma revolução. Este jovem professor universitário mantém uma relação apaixonada e sensual com a bela e mágica Olanna, cuja irmã gémea, Kainene, é alvo do amor desesperado de Richard, um jovem inglês a braços com o seu papel de homem branco em África.

Todos eles vão ser forçados a tomar decisões definitivas sobre amor e responsabilidade, passado e presente, nação e família, lealdade e traição. Todos eles vão assistir ao desmoronar da realidade tal como a conheciam devido a uma guerra que tudo transformará irremediavelmente.

2 comentários:

  1. A tua opinião aguçou a curiosidade que tinha em relação a este livro! :)

    bjinhs

    ResponderEliminar
  2. Francesca.
    Estou feliz e ansiosa, este livro nos tras conhecimenos sobre esta historia magnificaa.
    grazie

    ResponderEliminar