Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Sempre que penso em ti de Rosie Alison


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 292
Editor: Objectiva
ISBN: 9789896720704

Fiquei a pensar depois de ter fechado este livro e gosto quando isso acontece. A vida é feita, frequentemente, de desencontros ou de pequenos encontros, períodos no tempo em que outras pessoas se cruzam connosco e influenciam nossas vidas, às vezes mais do que desejaríamos. Amores que nos marcam sobretudo quando as condições à nossa volta reflectem ódios e guerras.

Voltamos a 1939, Inglaterra. A ameaça de guerra e de bombardeamentos leva a que sejam tomadas medidas de protecção em relação às crianças londrinas e muitas delas são levadas para o campo. Com este facto verídico, a escritora começa esta narrativa e pegando igualmente em escritos de um primo seu diplomata, que lhe vêm parar às mãos, começa um romance que muito me agradou.


Esses tempos marcaram definitivamente quem os viveu e nesta história isso é retratado 
com uma perícia que me conquistou. Mesmo essas crianças que "fugiram" dos palcos de guerra e encontraram alguma paz na natureza, ficaram imensamente afectadas pois afastadas dos pais durante alguns anos, algumas não os voltaram a ver, já que muitos deles morreram na guerra. A escassez dos alimentos foi também uma constante nessa altura, facto que as terá marcado.


Leitura não muito pesada, pois o romance entre as personagens e as suas histórias de vida preenchem muitas páginas, faz-nos, no entanto, pensar nalgumas consequências desta guerra que dizimou tantos seres humanos. Consequências que marcaram definitivamente a vida de quem sobreviveu. 


Recomendo. 


Terminado em 14 de Janeiro de 2012

Estrelas: 5*

Sinopse

Inglaterra, 31 de Agosto de 1939: O mundo está à portas da guerra. Quando Hitler se prepara para invadir a Polónia, milhares de crianças são evacuadas de Londres para escapar à ameaça dos bombardeamentos aéreos. Separada da mãe, a apequena Ana Sands encontra um refúgio num enorme casarão no campo, propriedade de um enigmático casal sem filhos. Solitária e inquisitiva, Ana vê-se enredada no meio de uma relação do casal Ashton, vendo coisas que não deveria ver. Torna-se assim testemunha e cúmplice de um romance de consequências imprevisíveis. Sempre que penso em ti é um belíssima historia de amor, mas também uma fascinante história sobre o amor

Sem comentários:

Enviar um comentário