Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Reaprender de novo


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 208
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722522687
Coleção: Grandes Romances

É o primeiro livro que leio desta escritora, embora tenha ouvido e lido comentários sobre a sua obra vastíssima e há um livro seu que, pelo seu aspecto verídico, pretendo ler logo que me seja possível: "O meu filho Nick".

Gostei desta leitura, achei-a simples e fluída, nada complicada de apreender, ao mesmo tempo que nos fala sobre um tema difícil, a morte de um ente querido e próximo. Percebe-se que muitos aspectos descritos nesta história foram vivenciados pela escritora, ou pelo menos, sente-se que lhe saem facilmente, do coração.

As personagens parecem saídas da vida real, embora ache que todas elas são um pouquinho "boas " demais! Desde o início, pressente-se um happy end para o final, mesmo que a tragédia acompanhe desde as primeiras páginas esta família. Mas foi com gosto e muito rapidamente que li esta obra, tanto mais que é um hino à esperança, à vontade de viver!

Terminado em 8 de Junho de 2011

Estrelas: 3*+

Sinopse

Em dezoito anos de casamento, Liz e Jack construíram uma família, uma firma de advocacia cheia de sucesso e um lar feliz, na Rua da Esperança. Depois, num instante, tudo se desmorona. Para Jack, um recado de cinco minutos termina numa tragédia e, de repente, Liz está sozinha e a braços com uma perda insuportável. 
Como poderá continuar sem o seu marido, o seu parceiro, o seu melhor amigo? Como pode fazer o luto da sua perda quando tem de consolar cinco crianças devastadas, incluindo uma com necessidades especiais? Impulsionada pelo amor dos filhos, Liz encontra a força necessária para regressar ao trabalho. Um a um, os feriados vêm e vão, até que um grave acidente lhe envia o filho mais velho para o hospital - e lhe traz o Dr. Bill Webster. 
A Casa da Rua da Esperança é uma história sobre o aprender a viver de novo, depois de se pensar que a vida acabou. É sobre o prazer dos pequenos milagres e a fé nos grandes. É um livro de esperança.

Sem comentários:

Enviar um comentário