Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 19 de junho de 2011

Justiça em Sevilha


Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 208
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896571818

Tenho dois livros desta escritora na minha estante mas, infelizmente, sinto isso agora que acabei este, ainda não os li. São eles "O último Catão" e "Tudo debaixo do céu". Tenho de os passar para o cimo da pilha!

Gostei muito desta leitura. É com muita facilidade que embarcamos, juntamente com a personagem principal e seus amigos, numa aventura, daquelas em que o perigo e a morte espreitam. 

Estamos em 1600 e fazemos "força" para que Catalina (ou Martín) consiga fazer vingar a promessa feita a seu pai, no seu leito de morte. A vingança é um acto terrível e fomos ensinados que ela consome quem a pratica e, como tal, não deve ser alimentada. No entanto, e isto deve-se à escrita envolvente desta autora, não conseguimos deixar de apoiar esta justiceira que toma nas suas mãos uma vingança tão terrível. Num mundo de contrastes, onde coabitam os muito ricos e os miseráveis, onde o dinheiro é lei, somos envolvidos por escravos, piratas, nobres, naus, contrabando, espadas, mezinhas, corrupção e, quando damos conta, estamos nas ultimas páginas deste livro e esperamos o seguinte pois a aventura ainda não acabou...

Vale a leitura, que se faz rápida e nos envolve agradavelmente, com um tipo de escrita marcada com termos da época mas que são de fácil entendimento!

Terminado em 18 de Junho de 2011

Estrelas: 4*

Sinopse

Catalina Solís usando o charme e a astúcia levará a cabo a sua grande vingança, numa das cidades mais ricas e importantes do mundo, a Sevilha do século XVII. Cumprirá desse modo o juramento feito ao pai adoptivo, de acabar com os Curvo, donos de uma fortuna sem igual, conseguida com a prata roubada nas Américas. A sua dupla identidade - como Catalina e como Martín Olho de Prata - e uma enorme astúcia permitir-lhe-ão desenhar uma vingança sem precedentes, baseada no engano, sedução, força, surpresa, duelo, medicina e intriga. Nesta arriscada aventura, conta com a companhia de amigos e de uns malandrins com um forte instinto de sobrevivência, dispostos a dar a vida por esta lendária personagem tão extraordinária. Matilde Asensi escreveu o grande romance de Sevilha, com base numa ampla e rigorosa investigação e um trabalho que evoca as vozes de tempos de aventura, de um mundo dominado pelas aparências, pela corrupção e leis do sangue. Tempo de grandes riquezas e de grande miséria, quando Espanha era o centro do mundo. Um romance de acção trepidante, que mantém vivo o interesse do leitor, com descobertas e surpresas em cada página.

1 comentário:

  1. Parece-me uma boa opção!
    Nem sempre sinto vontade de ler livros de época mas, de volta e meia, lá aparece um que parece valer a pena.
    Parece-me que este é um desses casos.
    Tenho de actualizar as minhas publicações de livros lidos no meu blog. Parece que já estou com um atraso de 9 meses. Farei isso para breve.
    Obrigado pela partilha!
    =)

    ResponderEliminar