Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

"A Força do Amor" de Angela Hart

Keeley e Angela. Uma menina de 8 anos e uma mãe de acolhimento. Nunca uma leitura me colocou os nervos tão em franja! Sobretudo por passar a ter a noção de como deve ser difícil cuidar e amar crianças vítimas de abusos.

Angela e Jonathan são uma família de acolhimento e vivem em Inglaterra. Já são um casal experiente nessas andanças pois passaram em sua casa muitas crianças, por períodos mais ou menos longos. Com eles estão dois rapazes adolescentes, quando recebem uma menina com traumas e abusos psicológicos e físicos ainda não determinados. É preciso uma dose de paciência e amor muito grande pois o comportamento de Keeley não é pacífico e consegue fazer desesperar o mais santo dos homens! A mim fez-me pensar sobre estas famílias de acolhimento e a preparação que devem ter de modo a conseguirem ultrapassar a barreira que uma criança que foi abusada cria para se defender e proteger. Não reagir e não confrontar é muito difícil quando, insistentemente, as birras (e não só) surgem do nada e parecem ser infinitas! Como reagir? Como chegar ao coração de uma menina que foi magoada vezes sem conta?

O que mais me impressionou foi o facto de este livro não ser ficção. Esta obra é escrita na primeira pessoa por Angela Hart, a autora, e somos confrontados com a dificuldade do que será dar amor e manter a calma com uma criança que injuria constantemente e é malcriada ao ponto de fazer desesperar todos os que estão à sua volta. Isso juntamente com todas as regras que necessitam cumprir, pois uma criança que foi abusada precisa de atenções e cuidados especiais! Os Hart, tiveram com esta menina uma dificuldade acrescida já que nada parecia resultar. E às vezes parece que nada resulta mesmo. Só mais tarde é que se descobre que algo ficou dessa dádiva de amor.

Este livro é um relato pessoal onde a autora coloca, para além do sucedido com esta colocação, as dúvidas que teve na altura sob a melhor forma de lidar e amar uma criança com tantas dificuldades de adaptação e qual a melhor forma de a fazer revelar os traumas que sofrera. 

Recomendo muito esta leitura. Já há muito tempo que não lia nada sobre esta temática. Li alguns livros de outra autora que abordam temáticas semelhantes e de que gostei muito, Torey Hayden. Conhecem? Também fiquei muito curiosa em ler outro livro de Angela Hart que já foi publicado cá, "Ninguém me ama".

Terminado em 14 de Agosto de 2019

Estrelas: 5*

Sinopse
Keeley, de oito anos de idade, parece a menina mais doce do mundo, mas os demónios do passado tornam o seu comportamento longe de angelical.

Ela faz com que Angela, a sua mãe de acolhimento, passe por momentos muito exigentes e difíceis enquanto trava batalhas diárias contra os seus problemas psicológicos profundamente arraigados.

Conseguirá o amor e o cuidado especializado de Angela e do seu marido, Jonathan, ajudar Keeley a triunfar contra todas as probabilidades?


Cris

Sem comentários:

Enviar um comentário