Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Experiências na Cozinha: "Alma Feliz"

Trazemos-vos, eu a Palmira, mais uma delicícia que vão querer provar de certeza!. Desta feita retirámos a receita do livro de Grace Kelly, "Alma Feliz". Este não é um simples livro de receitas. Ele fala-nos num estilo de vida onde o ioga tem um papel de relevo. Dá-nos dicas e conselhos para mudarmos, aos poucos, pequenas coisas na nossa vida que nos vão trazer bem estar e saúde.

A alimentação possui, como não poderia deixar de ser, um papel primordial. Escolhemos um prato principal que se mostrou delicioso! É um empadão de couve-flor com cogumelos shitake no meio. Simplesmente maravilhoso!

Deixamo-vos as fotos e a receita! Escusado será dizer que poderão acrescentar algo mais ao recheio ou até alterá-lo conforme as vossas preferências. Nós podemos garantir que este assim está perfeito.

Ora vejam: 








Cris

sábado, 27 de julho de 2019

Na minha caixa de correio




Oferecidos pelas editoras parceiras:
Deixa-me mentir, Cultura Editora
Annabelle, Planeta
Coração, Sextante
A Mulher que Escondeu Anne Frank, Alma dos Livros

À Queima Roupa, oferecido por um amigo dos livros

Os restantes foram comprados num alfarrabista e FLL ( pedi a duas amigas para mos comprarem e ainda não as tinha visto)

quarta-feira, 24 de julho de 2019

Experiências na Cozinha: "Comida Macrobiótica Para Toda a Família"

Eu e a Palmira somos colegas de trabalho, amigas. Partilhamos interesses. Um deles é esta coisa da "alimentação saudável" e perdemo-nos, muitas vezes, em conversas de corredor com temas de interesse comum.

Esta parceria surgiu dessa convergência de interesses. A partir de agora esta rúbrica será nossa. Ambas temos muitos livros dos quais vos queremos mostrar algumas receitas. Este post é o primerio de muitos!

O mais recente livro da Geninha Varatojo é um pequeno guia para quem pretende preparar, de forma saudável, aquela que será a fase mais importante das vidas de muitas mulheres: a gravidez, o parto e pós-parto e os primeiros alimentos dos seus bebés, mas pode ser utilizado por qualquer cuidador de crianças pequenas e não só.

É um livro que dá excelentes conselhos, não só de alimentação, mas também sobre aquelas particularidades que só as mulheres enfrentam nessas fases tão especiais, bem como alguns remédios caseiros que podem ajudar nas doenças típicas da infância.

As receitas são fáceis de fazer e as que já experimentámos resultaram todas muito bem.

Gostámos especialmente dos capítulos dedicados às primeiras papas e sopas porque percorrendo as receitas, uma a uma, pode-se constatar que há uma imensa variedade de combinações possíveis, todas elas cheias de nutrientes, deliciosas e que, no caso das papas, são a melhor alternativa às que existem num mercado totalmente industrializado.

Do capítulo de "receitas para toda a família" resolvemos fazer e mostrar a sopa de lentilhas com abóbora, porque o uso de lentilhas nas sopas não é ainda muito habitual para a maioria das pessoas... E resulta tão bem!! Apenas substituímos o cebolinho por coentros.

É uma sopa simples, muito nutritiva e com um sabor fantástico. Convidamos os leitores a exprimentar e terão uma agradável surpresa!

Um bom livro para quem quer viver e transmitir Vida  de uma forma tão simples e tão especial.

Ficam, então, as imagens:




Palmira e Cris

terça-feira, 23 de julho de 2019

Para os Mais Pequeninos: "A Escavadora e a Flor"


Mais um livrinho para os mais pequeninos que nos traz uma história deliciosa! Alguns miúdos são verdadeiramente apaixonados por tudo quanto é Caterpillar: gruas, buldózeres, escavadoras! Este livro é, sobretudo, para eles.

As máquinas estão a construir uma cidade de cimento. Prédios altos, cinzentos, sem cores, sem o verde das plantas que dá colorido a uma cidade. Mas quando a escavadora encontra uma flor tudo muda!

Querem espreitar esta história de uma escavadora que se apaixonou por uma flor? Vejam algumas fotos:







Cris

segunda-feira, 22 de julho de 2019

"Lá, Onde o Vento Chora" de Dellia Owens

Esta leitura revelou-se uma surpresa muito boa. Comecei a ouvir feedbacks muito positivos sobre este livro. Quando é assim, fico um pouco de pé atrás com receio de não corresponder às expectativas criadas e por essa razão, a maior parte das vezes, nunca acabo de ouvir/ler essas opiniões para não me deixar influenciar.

Como estava a dizer, comecei esta leitura a medo. Depressa fiquei rendida à escrita da autora, que é fluída mas também pormenorizada, e à história em si. Passado e presente vão sendo contados intercaladamente, sendo que o passado vai-se aproximando devagar do tempo presente, até se unirem por completo no final. 

No passado temos  Kya e toda a sua família disfuncional, que vive num pantanal algures num estado americano. Aprende a viver sozinha desde cedo porque aos poucos todos a abandonam. Conhecida como "A Menina do Pantanal" vive quase sempre só. No presente, assistimos à descoberta de um corpo junto a uma das margens do pantanal e a suspeita de assassínio recai, segundo a polícia local, sobre Kya.

Ficamos enredados muito facilmente na história desta menina que aprende a fugir de todos e a esconder-se. A sua luta para sobreviver, a sua solidão, o seu amor pela natureza, a sua desconfiança nos homens que vivem na aldeia mais próxima e que a ostracisam por ser diferente sem, no entanto, a ajudar a integrar-se, tudo faz para que a empatia com esta personagem seja imediata e crescente. Estamos por ela, sem dúvida alguma! 

Um livro magnífico que vale as minhas 6 estrelas! Tive um vislumbre de como acabaria mas foi mesmo no final e, de qualquer forma, creio que não poderia acabar de outra maneira. Adorei!

Terminado em 20 de Julho de 2019

Estrelas: 6*

Sinopse
Kya tem apenas seis anos de idade quando vê a mãe sair de casa, com uma maleta azul e sapatos de pele de crocodilo, e percorrer o caminho de areia para nunca mais voltar. E à medida que todas as outras pessoas importantes na sua vida a vão igualmente abandonando, Kya aprende a ser autossuficiente: sensível e inteligente, sobrevive completamente sozinha no pantanal a que chama a sua casa, faz amizade com as gaivotas e observa a natureza que a rodeia com a atenção que lhe permite aprender muitas lições de vida.
O isolamento em que vive durante tantos anos influencia o seu comportamento: solitária e fugidia, Kya é alvo dos mais cruéis comentários por parte dos moradores da pacata cidade de Barkley Cove.
E quando o popular e charmoso Chase Andrews aparece morto, todos os dedos apontam na direção de Kya, a miúda do pantanal. E o impensável acontece.

Neste romance de estreia, Delia Owens relembra-nos que somos formatados para sempre pelas crianças que um dia fomos, e que para sempre estaremos sujeitos aos maravilhosos, mas também violentos, segredos que a natureza encerra.

Cris

sábado, 20 de julho de 2019

Na minha caixa de correio

  

  


Todos estes foram oferecidos pelas editoras: 
Manuscrito, Porto Editora, Arte Plural, Bertrand e Bizâncio

sexta-feira, 19 de julho de 2019

A Convidada Escolhe: "O Sonho do Celta"

Um dos bons livros que li nos últimos tempos, que me deu a conhecer uma realidade histórica de que eu nunca tinha ouvido falar: a exploração dos congoleses por Leopoldo II, rei dos Belgas (que declarou o território como propriedade pessoal) e da região da Amazónia, principalmente dos peruanos (aqui por empresas inglesas) na extracção da borracha, que era necessária para abastecer a emergente indústria automóvel do inicio do sec XX.

O livro tem como personagem principal Roger Casement (personagem verídica) que fez da sua vida a verificação e denúncia das atrocidades cometidas naquelas regiões. Só no Congo foram mortos cerca de 8 a 10 milhões de congoleses (número só comparável ao holocausto).

Roger foi um idealista com uma ingenuidade que resultava do seu grande sentido de humanidade (que o viria a prejudicar) e que acreditava que o colonialismo iria trazer uma vida melhor aos indígenas, mas foi com um horror (que se lhe colou à pele) que verificou o contrário e o denunciou ao mundo, a pedido do governo inglês.

Roger é irlandês e o livro aborda também a causa irlandesa, cujo território  foi ocupado pelo mesmo país que suprimiu muito da cultura celta e que, paradoxalmente, tanto se empenhou na denúncia das práticas esclavagistas no Congo e da Amazónia.

Um excelente livro que  desperta o interesse para estes temas que são pouco "falados" em livros mas também nos tráz muitas reflexões sobre o mal que o ser humano é capaz de fazer ao seu semelhante, principalmente numa época em que a escravatura  já não devia existir, porque já tinha sido formalmente abolida.

Palmira Estalagem

quinta-feira, 18 de julho de 2019

"A Prova" de Stéphane Allix

Creio que tenho pouco a dizer-vos sobre este livro. É sobre um assunto muito específico, que não agrada a todos, e sobre o qual, também eu, não estou muito à vontade. Falar sobre a morte, dizer em voz alta aquilo que se acredita sobre ela não é tarefa fácil... Acaba tudo com a morte? Existe algo mais para além daquilo que nós conhecemos?

Spéphane Allix é jornalista. A morte de um seu irmão alterou a sua vida e a dos pais. Os mistérios da consciência e da morte passaram a fazer parte dos seus interesses. Propõe-se com este livro "provar" que existe "vida" depois da morte, uma consciência que se mantém mesmo depois de morrer para esta vida que conhecemos. Para isso vai testar seis médiuns, que conhece. Algum deles lhe conseguirá dizer que objetos colocou no caixão de seu pai após o seu falecimento?

Leiam a sinopse. Se o assunto vos intriga, peguem no livro e leiam-no. Foi o que fiz. Vai ficar comigo na estante. Conclusões? É um assunto que cada um tem de enfrentar. Sozinho. Como a morte.

Eu recomendo!

Terminado a 15 de Julho de 2019

Estrelas: 5*

Sinopse
Este livro fascinante aborda questões sensíveis com rigor e sensibilidade, revelando-nos um facto simples mas vertiginoso – é possível comunicar com aqueles que amamos depois da morte. Os laços de amor perduram e permanecem reais. Estamos eternamente ligados uns aos outros.

O que acontece quando morremos?
Para onde vamos depois da morte física?
O que acontece à nossa individualidade?
Podemos comunicar com familiares mortos?

Quando o meu pai morreu, coloquei quatro objetos no seu caixão. Não falei do assunto a ninguém. Depois interroguei médiuns que dizem comunicar com os mortos. Irão eles descobrir de que objetos se trata? 

Cerca de um ano depois, o autor contactou vários médiuns a quem propôs que participassem numa experiência. Stéphane Allix queria saber se o pai lhe falava dos objetos escondidos. O resultado deste teste é extraordinário. Seja cético ou crente, ninguém ficará indiferente ao testemunho deste jornalista.

Várias investigações científicas permitem afirmar que a existência depois da morte é hoje mais do que uma hipótese sólida. Este livro pretende contribuir para o debate, trazendo resultados indiscutíveis. Apesar de se centrar no relato de experiências com médiuns, Allix faz um alerta importante a todos os que enfrentam uma perda: é preciso deixar os mortos seguir o seu caminho. O sofrimento atenua-se quando fazemos o luto, que consiste em aprender a viver com a ausência.

Mais do que querer provar que a vida continua depois da morte, o objetivo é explorar como se estabelece a comunicação entre os vivos e os mortos. Stéphane Allix é claro: este livro mudou a sua vida. Talvez mude a sua também.

Cris

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Para os Mais Pequeninos: "Sara e Simão, A Todo o Vapor"

Sara e Simão Estrela, dois irmãos gémeos, têm um problema! Querem ir à Grande Exposição das Flores e estão a ver que não conseguem ver florido o seu vaso de flores... Elas precisam de água, tanto mais que a vaga de calor que se faz sentir é grande mas não conseguem abrir a janela! 

E assim está criado o mote para uma história engraçada, onde se fala sobre a água e onde a Ciência, a Tecnologia, as Artes, a Engenharia e a Matemárica se unem para explicar aos mais pequenos como aprender pode ser divertido.






Cris


terça-feira, 16 de julho de 2019

Resultado do Passatempo 9 anos / Clube do Autor


O vencedor deste livro é
Paulo Mendes
de
Faro

Resultado do Passatempo 9 anos / Alfaguara


O vencedor deste livro é
Hélder Santos
de
Setúbal

Resultado do Passatempo 9 anos / Matéria-Prima


O vencedor deste livro é
Isabel Cunha
de
Souto

Resultado do Passatempo 9 anos / Gradiva


O vencedor deste livro é
Rui Alves
de
Água Longa


O vencedor deste livro é
Helena Vieira
de
Lisboa

Resultado do Passatempo 9 anos / Porto Editora


O vencedor deste livro é
Ana Sofia Queirós
de
Valongo


O vencedor deste livro é
Elisa Esteves
de
Olhalvo

Resultado do Passatempo 9 anos / Pergaminho


O vencedor deste livro é
Palmira Estalagem 
de
Póvoa de Sta. Iria