Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 6 de maio de 2018

Ao Domingo com... André Sousa


Para quem não conhece, chamo-me André Sousa e nasci no ano de 1989. Sou um algarvio de gema,
natural de Armação de Pera mas, atualmente resido em Lisboa.

Formado em Sociologia, acredito que foi esta vertente que me inspirou a passar para o papel tudo aquilo que penso sobre as relações humanas, sobre os laços que são criados, sobre o amor.

Apaixonado pelas palavras, escrevo vários formatos mas a poesia é a minha primeira e grande paixão.
Pedacinhos de Mim é o projeto literário que desenvolvo desde 2011, um blogue que já conta com mais de três milhões e meio de visitas (http://pedacinhosdemimparati.blogspot.pt/) e detenho uma página de autor no Facebook (http://www.facebook.com/andresousapaginaoficial) que “abraça” duzentos mil seguidores.

Considero-me, sobretudo, um brincador, alguém que aborda o amor em todas as vertentes, tratando por tu esse sentimento tão vivo e capaz de alterar mentalidades, ações e visões do mundo.

Conto com dois livros anteriormente editados, “O Homem Que Me Fizeste Ser” (2016), um diário íntimo, e “Juro Amar-te” (2015), uma coletânea de poemas.

Em 2018 lanço “Quem Ama Não Esquece”, o meu primeiro romance, que pretendo, acima de tudo, que chegue ao coração dos leitores.


QUEM AMA NÃO ESQUECE
Todo o processo criativo deste romance é resultado das minhas vivências, daquilo que vejo, daquilo que me marca e me inspira ao mesmo tempo. As personagens são pessoas reais, comuns, despidas de tudo, despidas de barreiras que as impeçam de amar.

Quando decidi escrever esta história, sempre acreditei que os leitores poderiam identificar-se com as personagens (os seus traços, sentimentos e medos) e com as partidas e as chegadas, que muitas vezes acontecem na nossa vida.

“Quem Ama Não Esquece”. Este livro não poderia ter outro título para além deste mesmo. Porque quem ama de verdade não consegue apagar o que viveu, não consegue alterar o que sentiu, não consegue esquecer tudo aquilo que o/a marcou e que irá perpetuar para sempre no seu coração.

Com um discurso bastante simples e claro, procuro, assim, que este livro seja presença em muitas das casas portuguesas, que seja lido por mulheres, por homens, por jovens e por todos aqueles que acreditam no verdadeiro significado de uma relação.

Não procuro dar conselhos, não procuro ditar linhas de orientação. Este romance pretende dar somente o seu contributo para que as pessoas possam ver que o amor não está em desuso, que ainda existe muita gente que sabe amar.

SINOPSE
Quando Beatriz decide partir em busca dos seus sonhos, Santiago vê a sua vida a desmoronar-se. em poucas semanas perde o amor da sua vida, o emprego e todas as suas certezas. Afinal, qual é o verdadeiro sentido da sua vida?

Será que valeu a pena tanta dedicação ao trabalho? Lutar por uma suposta carreira silenciando os seus sonhos? As horas fora de casa, longe dos braços de quem mais esperava por si? As dúvidas que esmagaram desejos maiores? a sua família e os seus sonhos não serão mais importantes que tudo?
Nada está garantido, é certo, mas está nas nossas mãos lutar por aquilo que mais queremos. Não, a partida de Beatriz para a Guiné-Bissau, para fazer voluntariado, não podia ser um ponto final na sua história de amor. Restava-lhe uma morada deixada por Beatriz. Era para lá que enviaria as suas cartas de amor, a relatar os seus dias, as suas descobertas e os seus arrependimentos. Mas a resposta não chega e, angustiado, decide partir e lutar por aquilo que de mais precioso tem na sua vida: o seu amor por Beatriz. Mas, quando chega ao seu destino, percebe como a vida pode mudar num minuto.

Entre Lisboa, Alentejo, Algarve e Guiné-Bissau, e com um conjunto de personagens que fazem questionar o leitor sobre as suas próprias certezas, André Sousa, no seu romance de estreia, traz-nos uma história de amor (im)possível, capaz de atravessar quilómetros

André Sousa

Sem comentários:

Enviar um comentário