Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 16 de abril de 2018

"Sonata em Auschwitz" de Luize Valente

Ao fim da primeira página fiquei irremediavelmente presa a esta história. 1944, Polónia anexada, um oficial nazi foge num veículo transportando uma carga preciosa. A sua vida depende dessa fuga. Nāo pode ser apanhado.  Nāo, a carga nāo é o que poderiam estar a pensar! Pelo menos eu nāo acertei. De todo.

Depois, um salto no tempo. O caminho estava aberto aos segredos, às descobertas, à descoberta de um livro deveras especial que me deu um imenso prazer ler. De facto, adorei esta leitura. Achei-a verosímil com uma história muito bem elaborada, pensada com sabedoria e com uma pesquisa profunda e detalhada sobre a época em questāo. Uma mescla de mistério, ficçāo e realidade que se traduziu numa leitura absorvente e compulsiva,

O título tem tudo a ver com a história. No final, uma surpresa! Gostaria de saber música para a ter conseguido apreciar devidamente.

Nāo vos vou contar nadica, como já seria de prever para quem lê o que escrevo por aqui. Para além disso, a sinopse possui informaçōes que vos podem dar uma ideia da história. Quanto a mim, detalhes a mais. No entanto, garanto-vos páginas e páginas de um leitura fantástica e, nalguns casos, muito rica em detalhes que podem impressionar quem for mais sugestivo. Algumas frases ainda estāo gravadas em mim (aliás sublinhei-as a lápis) tal foi o impacto que me provocaram. O Holocausto no seu... pior!

No final do livro, caso queiram ter a mesma surpresa que eu, podem cuscar aqui: sonata.luizevalente.com

Terminado dia 8 de Abril de 2018

Estrelas: 6*

Sinopse
Décadas depois do fim da II Guerra Mundial, Amália, uma portuguesa com ascendência alemã, começa a levantar o véu do passado nazi da sua família a partir de uma partitura que lhe é revelada pela sua bisavó. A hipótese de que o avô, dado como morto antes do fim da guerra, possa estar vivo no Rio de Janeiro leva Amália a atravessar o oceano e a conhecer um casal de judeus sobreviventes do Holocausto.
      A ascensão do nazismo em Berlim, a saga dos judeus húngaros, os mistérios ocorridos no campo de extermínio da Polónia e o pós-guerra numa casa cheia de segredos oferecem os caminhos que Amália irá percorrer para desvendar o enigma. Dando corpo a uma narrativa elaborada com extrema sensibilidade e precisão investigativa, Luize Valente envolve o leitor em mistério, suspense e nos sentimentos mais profundos.

Cris

2 comentários:

  1. Olá Cris,
    Já está na minha lista, com a tua opinião não posso deixar de ler! Beijos

    ResponderEliminar