Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Novidade Pergaminho

A Espia
de Paulo Coelho

Inspirando-se na troca de correspondência entre a dançarina holandesa Mata Hari e o seu advogado, o escritor Paulo Coelho evoca de forma magistral a vida desta magnífica mulher no seu novo livro A Espia. As cartas foram escritas nas vésperas da sua execução, em França, e divulgadas publicamente há 20 anos.
Baseando-se em documentação que tem sido divulgada pelas autoridades militares alemãs e holandesas, assim como pelo MI5, Paulo Coelho recria a vida de Mata Hari através da última carta que escreveu. Toda a narrativa do livro está na primeira pessoa, dando voz à própria Mata Hari.
«Mata Hari foi uma das nossas primeiras feministas», diz Paulo Coelho. «Desafiou as expetativas masculinas do seu tempo e escolheu viver uma vida independente e nada convencional. Ainda hoje, podemos aprender muito com a sua vida, pois as acusações levadas a cabo pelos mais poderosos continuam a custar a vida a muitas pessoas inocentes.»

Sem comentários:

Enviar um comentário