Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 29 de maio de 2016

Ao Domingo com... José Pacheco (Nuno Vaz)

O meu nome real é José Pacheco: com esse verídico nome viajei de Moçambique, onde nasci, para Portugal, onde vivo há muitos anos.
Sob nomes de empréstimo, escrevi e publiquei alguns livros. Perguntam-me, às vezes, por que me invento nomes. E a resposta é: porque principia aí a construção de uma ficção; enceno-me como autor, numa espécie de cerimonial que exige, no mínimo, um outro nome (ou escrever com lápis, ou olhar para uma árvore que descubro pela janela, por exemplo).
Sob o pseudónimo de «Gil Duarte» editei um romance, Nada Mais e o Ciúme, e duas novelas com as quais contribuí para associações ligadas à causa da protecção de animais (Mira-Lata e Zen).
O pseudónimo «Nuno Vaz» inaugura uma nova fase na minha escrita. Este romance, Pó, é uma história talvez principalmente sobre a convivência entre pessoas muito diferentes, cultural ou geracionalmente. Há choques minúsculos que se vão acrescentando, há equívocos e incompreensões. Gosto muito de uma personagem chamada Sónia: é uma mulher de uma aldeia no Baixo Alentejo, sujeita a constrangimentos económicos, sociais, culturais, amorosos, mas que, pela influência de um professor de Português (um padre) adquire um interesse e um prazer na leitura que, de certa forma, a tornam numa pessoa muito melhor do que seria se se deixasse mecanicamente determinar pelas condições. Não é a personagem principal, longe disso. Mas quanto mais releio o romance, mais entendo que ela fornece uma linha e uma chave de leitura interessante.


Já agora, gostava de aproveitar para convidar as pessoas que tenham curiosidade e disponibilidade, para aparecer no lançamento do romance: dia 2 de Junho (uma 5ª-feira), no Cofre da Previdência, Praça do Município. Às 18 horas, com apresentação do escritor Miguel Real.
E muito obrigado, Cris.

José Pacheco (Nuno Vaz)

3 comentários:

  1. Estou ansiosa para começar a ler o romance.

    ResponderEliminar
  2. Cara Cris.
    É com algum embaraço que anuncio que - por razões alheias à minha vontade - o lançamento do romance "Pó" não se efectuará no dia 2 de Junho. Em breve mais notícias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá José. Fica aqui a informação. Quando souber a data pode colocar aqui... Bjinhos

      Eliminar