Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sábado, 28 de julho de 2012

Um livro numa frase




“… Não posso perder-me em saudades do que não cheguei a ter, porque é isso o que alimenta a dor dos portugueses. Se alguma legitimidade tenho para ter saudades – essa palavra tão portuguesa! -, é só do muito que, privilegiadamente, tive…”

In pág. 27, "D. Estefânia, Um Trágico Amor", de Sara Rodi
Frase escolhida por Ana Bento, convidada do blog

Sem comentários:

Enviar um comentário